O delegado de polícia de Oriximiná, Edmílson Faro, prendeu o vigia Ailton Ferreira da Silva a pedido do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Andrade Sarubi (PSDB) e do vereador Márcio Canto (PTB) e, na presença de ambos e do…

Primeira do Brasil totalmente focada na educação para o trânsito, a biblioteca do Detran-PA foi criada em 1998 e começou direcionada ao público interno, funcionando no antigo prédio do órgão, ao lado da Ceasa. Em 1º de novembro de 1999,…

A Prefeitura de Belém vai revitalizar dezesseis imóveis do município que estão há anos em situação de abandono. Além do resgate do patrimônio histórico, artístico e cultural, a intenção é reduzir gastos com aluguéis de prédios que abrigam órgãos municipais.…

A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

RISOTO DE PATO NO TUCUPI

Marina Cabral é paraense, formada em publicidade, administração e gastronomia e reside em São Paulo há quase duas décadas. Inconformada com a falta de acesso aos produtos do Pará, abriu há sete anos a *COMBU, uma distribuidora de produtos alimentícios especializada em Amazônia. É ela quem ensina hoje a receita que é queridinha de todo paraense – e de todo mundo que visita o Pará: risoto de pato no tucupi.

RECEITA:
Dificuldade: Moderada
Tempo de preparo: 02 horas.
Rendimento: 03 porções.


Ingredientes:


Para temperar:

  • 500 gr de coxa sobrecoxa de pato (pode ser o peito).
  • Suco de 01 limão.
  • Sal e pimenta do reino a gosto.
  • 01 colher de sopa de azeite.
  • 50 ml de vinho tinto seco.
  • ½ cebola picada.
  • 01 dente de alho picado.
    Para cozinhar:
  • 01 colher de sopa de azeite.
  • ½ cebola picada.
  • ½ tomate picado.
  • 02 folhas ou 50 gr (se for branqueada) de chicória.
  • 03 xícaras de tucupi.
  • 250 ml de água.
  • 200 gr de arroz para risoto (pode ser arbóreo ou carnaroli).
  • 250 gr de jambu (branqueado) ou 1 maço de jambu fresco.
  • 03 castanhas do Pará cortadas em laminas.
  • 60 ml de vinho branco seco.
  • 01 colher de sopa de manteiga.

Modo de Preparo:


Pato:
1 – Escalde o pato em água fervente e deixe-o de molho no limão por 10 minutos.
2 – Lave-o em água corrente e reserve.
3 – Em uma vasilha junte ½ cebola, alho picado, sal, pimenta do reino, vinho tinto e azeite;
4 – Ponha o pato nesta mistura por uma hora.
5 – Asse-o em forno pré-aquecido a 180° C por 45 minutos. 30min com papel alumínio,
15min sem o papel.
6 – Após assar, desfie o pato, despreze os ossos/peles e reserve.
7 – Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola, alho, tomate e chicória. Depois
acrescente o pato, o tucupi, a água e o jambu.
8 – Acerte o sal e cozinhe por 15 minutos em fogo baixo.
9 – Com a ajuda de uma panela e um coador, despeje o liquido (tucupi) da panela e reserve.
Ele vai ser utilizado como o caldo para o risoto. O que ficou no coador (jambu e temperos),
deve ser cortado em pedaços menores e também reservado.


Risoto:
1 – Em uma panela, coloque o azeite e o restante da cebola. Mexa até dourá-la.
2 – Acrescente o arroz e refogue.
3 – Quando sentir que o arroz aqueceu bem (sem queimar), acrescente o vinho branco e
mexa até o álcool evaporar.
4 – Neste ponto você pode começar a acrescentar pequenas conchas do tucupi que foi
reservado, previamente aquecido e mantido em fogo baixo (sem ferver).
5 – Mexa sem parar e repita o processo por cerca de 15 minutos (arbóreo) ou 18 (carnaroli).
6 – Quando o arroz estiver no ponto, acrescente o jambu e o pato.
7 – Acerte o sal se necessário e finalize com um pouco de manteiga.
8 – Sirva e enfeite com castanhas laminadas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *