O catamarã Bom Jesus IV, que faz o trecho Belém-Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, naufragou hoje por volta de 17h, em frente a Vila do Conde. O casco rachou, entrou água na embarcação, que adernou e começou logo…

O empresário e político Carlito Begot, ex-vice-prefeito de Ananindeua(PA), protagonizou cena chocante no condomínio Lago Azul, reduto de endinheirados, na noite do domingo passado, 23, em um píer destinado à pesca “pesque-e-solte”. Um grupo fisgou um pirarucu com cerca de…

A alteração da turbidez do rio Tapajós resulta de, ao menos, duas fontes sedimentares distintas: o rio Amazonas e a atividade garimpeira no médio e alto Tapajós, além de usos da terra que causam desmatamento e exposição do solo. Apenas…

A promotora de justiça Ângela Maria Balieiro Queiroz, pelo Ministério Público do Estado, e o procurador Patrick Bezerra, do Ministério Público de Contas do Pará, acompanharão a contratação da obra de reconstrução da ponte Enéas Pinheiro, que interliga os distritos…

AÇAÍ, DELÍCIA PARAENSE

O açaí é uma palmeira do norte do País, conhecida pelos indígenas como “içá-çai”, a fruta que chora. O açaí é típico da Amazônia e importante na alimentação diária das populações locais por seus altos valores nutricionais. Misturado com farinha de mandioca e açúcar, o açaí é presença quase diária na mesa do paraense. 

O principal alimento extraído do açaí é o vinho, um suco feito da polpa e da casca de seus frutos. Da fruta também se extrai um saboroso palmito que vem sendo industrializado nos últimos anos.

Há duas variedades de açaí: o roxo e o branco. O roxo tem polpa cor de vinho. E do açaí branco faz-se um suco creme-claro. A polpa pode ser utilizada na preparação de sucos, sorvetes, vinhos, licores e doces. 

A colheita é feita durante o ano todo, mas o açaí é encontrado em maior quantidade entre os meses de julho e dezembro.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

0 resposta em “AÇAÍ, DELÍCIA PARAENSE”