O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Quase todo mundo já caiu na tentação de comer ou beber além do necessário, mas a data, 26 de janeiro, foi criada a fim de conscientizar a população sobre os perigos que a compulsão alimentar oferece à saúde. Neste ano,…

Requintes de perversidade

As Câmaras Criminais Reunidas mantiveram, ontem, a prisão provisória do fazendeiro Marlon Lopes Pidde, acusado de mandar torturar e matar queimados cinco agricultores na Fazenda Califórnia, em Marabá, e jogar os corpos no rio, em setembro de 1985. O réu estava foragido desde 1995 e foi capturado em 2006, em São Paulo.
 

O TJE-PA também negou liberdade provisória para Florentino de Souza Rodrigues, acusado de participação na morte da comerciante Ana Karina Matos Guimarães, em maio de 2010, em Parauapebas.
 

A vítima, grávida de 9 meses, teria sido morta a mando do próprio pai da criança, Alessandro Camilo de Lima, seu corpo colocado em um tambor e depois jogado no rio Itacaúnas, mas até hoje não foi encontrado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *