A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Falta de cidadania e dignidade humana

Mateus é um garotinho de 7 anos de idade que é cadeirante. Passou anos esperando a cadeira de rodas para poder se locomover, até que um dia o governo a entregou. Agora enfrenta outras dificuldades, desta vez impostas pela falta de civilidade e pela ausência de garantia dos direitos básicos de cidadania e de dignidade humana. Todas as vezes em que vai para o Hospital Universitário Bettina Ferro, onde faz tratamento, precisa tomar o ônibus que faz a linha Ceasa, para ir e voltar. Só que, quando sua mãe sobe no ônibus para colocá-lo, o lugar destinado a cadeirante já está ocupado com um monte de caixas de frutas. E quando ela pede pra tirarem as caixas é vítima de humilhações e ameaças. Gritam com a pobre mãezinha, dizendo que lá também é bagageiro, que se ela está incomodada que pague um táxi para seu filhinho. Na semana passada um indivíduo criminoso teve a desumanidade de falar para ela que está cansado de tirar as caixas deles de lá toda vez que ela sobe no ônibus, e puxou uma faca para agredi-la(!) Agora ela se vê obrigada a sair com o pequeno Mateus no colo, para evitar que uma tragédia aconteça. 

Onde está a Semob que não fiscaliza esse absurdo indizível?! Prefeito Zenaldo Coutinho, é preciso tomar uma providência urgente! Certamente esse não é o único caso de abuso contra vulnerável que está acontecendo em Belém do Pará. MPE-PA e Conselhos de Proteção à Infância e aos Portadores de Deficiência também devem agir imediatamente!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *