Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Cedeca-Emaús ganhou prédio

Fundador do Movimento República de Emaús, o padre Bruno Sechi inaugurou o novo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – Cedeca,  anteontem, sonho de mais de 45 anos, viabilizado pelo Projeto Energia Social, da Celpa, que aplicou cerca de R$ 500 mil na construção e compra de equipamentos para o prédio, que é próprio e agora passa a funcionar ao lado da sede da instituição, no bairro do Benguí, com 220 m² e nove cômodos.
O Cedeca atende mais de 500 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.  É a frente de atuação do Emaús que cuida dos casos de vítimas infantojuvenis de violência institucional, tráfico de pessoas, redes de exploração sexual, violência doméstica e dá proteção especial aos que são ameaçados de morte. Dispõe de profissionais nas áreas de assistência social, jurídica e psicológica e também é responsável pelo monitoramento da execução das Medidas Socioeducativas no Pará. 

A Celpa está fazendo um investimento de mais de R$ 2,5 milhões em projetos sociais no Estado. O aporte financeiro faz parte de um acordo firmado com Banco Nacional de Desenvolvimento – BNDES. A primeira obra concluída foi no município de Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, com a construção do novo prédio da Associação Musical Antônio Malato. O projeto Energia Social ainda deve, até o final de 2016, contemplar Santarém e Marabá. Um exemplo que deveria ser seguido por todas as empresas que atuam no Pará. A necessidade é enorme.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *