Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

As eleições na ATEP-PA

Amanhã a Associação dos Advogados Trabalhistas do Pará (ATEP-PA) elege a diretoria para o biênio 2017/2019. Duas chapas estão na disputa: “Atep Forte”, liderada pela atuante conselheira da associação, Ana Ialis Baretta, que tem como vice Márcio Tuma e conta com o apoio do atual presidente, André Serrão, do presidente da OAB-PA, Alberto Campos, e também de Domingos Cosenza – decano trabalhista, advogado com “A” maiúsculo, exemplo de correção e competência, profissional do Direito que de fato se empenha na busca da aplicação da Justiça e que  é membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-PA, em terceiro mandato. Tem, por isso, o meu apoio.

A “Renova Atep” tem como cabeça de chapa Daniel Cruz, que também era conselheiro da mesmíssima gestão e renunciou em novembro a fim de lançar candidatura de oposição atendendo ao convite do ex-presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos, que quer ter a ATEP como feudo eleitoral e para isso convidou vários diretores da Associação, sendo que todos recusaram. Daniel, em conversa com os colegas, chegou a admitir que em nada diverge da atual diretoria, mas não podia negar o pedido de Jarbas por causa de laços familiares que os unem. Ou seja, se não fosse Jarbas Vasconcelos, a chapa seria única, até porque, de fato, não existiu qualquer oposição ou divergência interna durante a gestão de Serrão.

É digno de nota – e de alarme e indignação – o súbito e assombroso crescimento de associados em véspera de eleição, inclusive de jovens advogados e de advogados não militantes da Justiça do Trabalho, com evidente abuso de poder econômico nos pagamentos de anuidades (que garantem o direito ao voto) em quantidade extraordinária pelos integrantes da chapa 2: vários candidatos da Renova ATEP pagaram numerosas anuidades cada um, por meio do site da Associação, totalizando 500 novas filiações, num montante espetacular de R$ 90 mil, coincidentemente tudo agora neste período pré-eleitoral. 


O blog tem cem comprovantes de pagamentos de anuidades da ATEP-PA feitos agora às vésperas das eleições, em série, em dinheiro, no mesmo caixa da mesma agência,com diferença de segundos entre um e outro. Uma vergonha, falta de respeito à categoria.

Foi fundamentada no diálogo e na parceria, nunca na subserviência, que a atual diretoria da ATEP garantiu importantes avanços para os advogados trabalhistas, como o assento no Comitê Gestor do PJE (processo judicial eletrônico), a suspensão da transferência da vara trabalhista de Santa Izabel para Ananindeua a fim de que os advogados pudessem opinar sobre o tema, a solução de entraves administrativos nas varas trabalhistas, a realização de cursos e a primeira ação concreta de interiorização da entidade com a criação da Subseção de ATEP em Parauapebas, entre outros. A relação de diálogo e de respeito mantidos pela atual gestão junto às instituições públicas e às organizações atuantes na Justiça Trabalhista só trouxe avanços aos advogados militantes na área, sem abrir mão de seus princípios e sem se dobrar na luta. 

É, pois, essencial analisar a conduta e a coerência dos candidatos em disputa nesta eleição à ATEP. É hora também de as mulheres assumirem protagonismo nas entidades de classe da advocacia, tão marcadamente de predomínio masculino.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *