Desde sua origem, Marabá (PA) sofre anualmente enchentes dos rios Tocantins e Itacaiúnas e a população que reside em áreas de risco fica em situação de vulnerabilidade. Todos os anos a defesa civil estadual e municipal planeja, monitora e prepara…

Em noite de gala na próxima segunda-feira, 24, às 19h, no Teatro Maria Sylvia Nunes, em Belém, o governador Helder Barbalho vai lançar o 110º Campeonato Paraense de Futebol, o Parazão Banpará 2022, com transmissão ao vivo pela TV e…

Todos os órgãos de segurança estão trabalhando de forma integrada para dar suporte à população em face da destruição do pilar central e iminente desabamento do vão da ponte do Outeiro. O Centro Integrado de Comando e Controle da Segup…

O Procurador-Geral de Justiça do Estado do Pará, César Mattar Jr., recebeu em audiência o advogado Arnaldo Jordy e uma comissão integrada por Simone Pereira, da Universidade Federal do Pará; Marcelo Alves, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e…

Presidente do Paysandu veta acesso a jornalistas

Durante o jogo do Paysandu contra o Náutico, na sexta-feira passada, o jornalista esportivo Cláudio Guimarães, da Rádio Clube, criticou o técnico Dado e o presidente do clube, Alberto Maia, em seu perfil pessoal no Twitter. Postou: “Dado só colocou meias Raí e Rafael Costa no fim. Não está à altura do Papão e digo desde o ano passado. Ele e o presidente“. Foi o suficiente para um veto a todos os veículos da RBA, que agora não podem acessar o estádio da Curuzu e nem a sede social, inclusive com proibição de entrevistas, em todo o território nacional. O blog tentou ouvir o presidente bicolor, através da assessoria de comunicação. Mas a resposta, lacônica e imediata, foi de que “o clube não vai se pronunciar sobre o assunto”, no melhor estilo do Armando Falcão, na ditadura militar, que só dizia: “nada a declarar”. Parece exagero, e é, além de um desrespeito aos profissionais da imprensa e a toda a sociedade, que tem direito à informação livre. Além do que o Paysandu é bem maior do que seu dirigente. Com a palavra, o  Sindicato dos Jornalistas do Pará, o Sindicato dos Radialistas do Pará, a Aclep – Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Pará, e o distinto público.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *