A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Em ação civil coletiva do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnico Duchista, Massagista, Empregados em Hospitais e Casa de Saúde do Estado do Pará, na qual o Ministério Público do Trabalho PA-AP atuou como fiscal da lei, a 2ª Vara…

Patrick Luis Cruz de Sousa, candidato a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Pará pela Chapa 1 e atual conselheiro do CRF-PA, discursa na campanha em favor das mulheres, que representam 70% da categoria, mas no início deste ano…

A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

Novos membros para o TSE e CJF

O Pleno do STJ vai escolher amanhã, às 18h, um membro substituto do TSE e um membro efetivo e um suplente do Conselho da Justiça Federal (CJF).
É que o ministro Humberto Martins renunciou à vaga no TSE, porque tomou posse no cargo de corregedor da Justiça Federal, o ministro Arnaldo Esteves Lima renunciou ao restante de seu mandato no CJF. Atualmente, integram o TSE os ministros Laurita Vaz (corregedora) e João Otávio de Noronha, como titulares, e a ministra Maria Thereza de Assis Moura, como substituta.
O CJF é composto pelos ministros Felix Fischer (presidente), Gilson Dipp (vice-presidente), Humberto Martins (corregedor), Maria Thereza de Assis Moura e Herman Benjamin, efetivos; e Napoleão Nunes Maia Filho e Sidnei Beneti, suplentes. 

A composição do TSE é determinada pela Constituição Federal. São sete magistrados: três eleitos dentre os ministros do STF, dois oriundos do STJ e dois advogados indicados pelo STF e nomeados pelo presidente da República.
O colegiado do CJF é composto por oito ministros do STJ, eleitos para um mandato de dois anos: cinco como membros efetivos e três como suplentes, além dos presidentes dos cinco Tribunais Regionais Federais, com mandato de dois anos, que são substituídos pelos vice-presidentes em suas faltas e impedimentos.
A presidência e a vice-presidência do CJF são exercidas, respectivamente, pelo presidente e pelo vice-presidente do STJ, membros natos. O mais antigo dos outros três ministros eleitos para o conselho exerce a função de corregedor-geral da Justiça Federal.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *