A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Morte do Sargento Hélio enluta PM-PA

O sargento Antônio Hélio Pereira Borges, que perdeu sua esposa Feliciana Mota na tarde de quinta-feira (7), na Av. 16 de Novembro, esquina com rua Senador Manoel Barata, em Belém, teve morte cerebral agora à noite. Ele foi baleado no pescoço após tentar impedir a fuga de bandidos.  Os familiares da vítima já estão no Hospital Metropolitano para decidir se farão a doação dos órgãos. Ainda não se sabe onde será o velório.
 
A PM lamenta muito a perda de mais esse guerreiro que já é o 31º policial morto este ano no Pará. O sargento Antônio Hélio sempre lutou pelos direitos e melhorias dos PMs do Pará.
Conhecido como “Cabo Hélio”, sua história é de luta na corporação. Em 1997, fez uma greve de fome em frente à Alepa, a fim de que o governo valorizasse a classe militar, mas sofreu perseguições políticas e foi excluído do quadro da PM e ficou 10 anos fora da corporação, período em que lecionou Sociologia.
De volta à PM, junto com ele estava sua aguerrida esposa, Feliciana Mota, também na luta da PEC 300, pela unificação dos salários das Polícias e Bombeiros do Brasil.
 
O coronel PM Daniel Mendes, Comandante Geral da PMPA, está convocando todos os policiais militares da capital e região metropolitana, de folga, inclusive os da reserva, para uma reunião na próxima terça-feira (12), no auditório I da Unama, da Av. Senador Lemos, a partir das 8h, cuja pauta são os recentes acontecimentos que vitimaram PMs. Bombeiros militares estaduais também estão convidados.
 
O sentimento dos PMs é que mais do nunca devem ir a essa reunião com o Comandante Geral e o Secretário de Segurança Pública, será a chance de expor a indignação e a dor que estão sentindo pelas perdas dos seus colegas de farda. Irão falar também da falta de valorização por parte do Governo do Estado para com os policiais e Bombeiros do Pará.
 A tropa reclama de salário baixo, cansaço, autoestima baixa, desvalorização, às vezes humilhação, falta de promoção, tratamento como escravo e outros problemas por que passam diariamente.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *