A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Dica cultural

A Orquestra Barroca do Amazonas se apresenta hoje, às 19h, no Museu Histórico do Estado do Pará (antigo Palácio do Governo, na Cidade Velha), onde está gravando desde a quarta-feira, 19, o CD “Ópera no Brasil Colonial”. Especializada no repertório lírico luso-brasileiro do período colonial, a orquestra faz turnê nacional e, em cada concerto, conta com artistas convidados, do local visitado, ou do Exterior, de modo a diversificar  os espetáculos e tecer teias de relacionamentos musicais, estabelecendo rede de intérpretes em volta do projeto. Na apresentação em Belém, precedida de explicação didática sobre o repertório e seu contexto, os convidados são o barítono Milton Monte e o tenor José Augusto Ó de Almeida.  

A OBA irá percorrer 25 cidades brasileiras ao longo de dois anos. Já foram realizadas apresentações em Manaus (AM, Salvador (BA), Recife e Olinda (PE), João Pessoa (PB) e Fortaleza (CE). No segundo ano, serão 15 concertos em 5 estados brasileiros do Norte, Sul e Sudeste do Brasil. 

A Orquestra Barroca do Amazonas foi criada em 2009 por professores e alunos de graduação e pós-graduação em Música da Universidade do Estado do Amazonas, interessados no imenso patrimônio brasileiro do período colonial, especialmente dos séculos XVIII e começo do XIX. O grupo usa cópias fiéis de instrumentos de época e leitura historicamente inspirada das fontes musicais.
Desde sua criação, a OBA já esteve em todas as capitais da Amazônia Legal brasileira e em várias cidades do Exterior (Lisboa, Turim, Salamanca), em festivais de ópera. As fontes musicais são provenientes de diversos acervos do Brasil e Portugal. 

O espetáculo é gratuito. Não percam! 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *