Os dirigentes do Sindicato e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa festejaram o resultado da reunião de hoje com o presidente da Alepa, deputado Chicão, que também convidou para o encontro o Chefe de Gabinete da Presidência, Reginaldo Marques…

A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

AMATRA 8 faz culminância de projeto de cidadania

O programa Trabalho, Justiça e Cidadania, que só este ano já
beneficiou 2 mil estudantes, além de movimentos sociais, terá culminância amanhã,
14, a partir das 8:30h, no auditório do TRT8, quando os alunos atendidos pelo
projeto irão apresentar o que aprenderam da Cartilha do Trabalhador, por meio
de atividades artísticas. Criado pela Associação Nacional dos Magistrados
Trabalhistas – Anamatra e desenvolvido pela Amatra 8, sob a coordenação da
juíza Zuíla Lima Dutra, titular da 5ª Vara do Trabalho de Belém, e do juiz
Océlio Moraes, titular da 3ª Vara do Trabalho de Ananindeua, é uma daquelas
iniciativas que provam o quanto é eficaz e efetivo o exercício da cidadania.


Dando exemplo de como o Judiciário pode se comunicar com a
sociedade, especialmente a juventude, os juízes trabalhistas voluntários vão às
escolas interagir com os alunos e têm conseguido a adesão de advogados,
professores, pedagogos, psicólogos e assistentes sociais, que difundem
conhecimentos acerca dos direitos básicos garantidos na Constituição Federal,
notadamente os dos trabalhadores e os meios de acesso real à Justiça


Professores e alunos da rede pública, preferencialmente, compõem
o público-alvo, recebendo noções de direitos fundamentais, direito do trabalho,
direito previdenciário, direito da criança e do adolescente, direito do
consumidor, direito penal, ética e cidadania nas escolas, em especial as
públicas.


A juíza Zuíla Dutra vai ser explicar hoje no Sem Censura Pará como funciona o projeto. Assistam pela TV Cultura,  Canal 2, ou pelo Portal Cultura. O programa começa às 13:30h por causa do horário de verão.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *