A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

“Abrir abril: o chegar da Liberdade”


Aproveitem o fim de semana para ir conferir a exposição “Abrir abril: o chegar da Liberdade”, na Estação das Docas, que marca o aniversário de 40 anos da Revolução dos Cravos, assim denominada por ter sido um movimento que restaurou a liberdade em Portugal, sem derramamento de sangue, no dia 25 de abril de 1974, depois de 48 anos sob regime ditatorial, e no período em que o Brasil também vivia os anos de chumbo. Na abertura oficial, ontem, o secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, contou um pouco dessa história, e o Coro Cênico da Unama interpretou quatro canções que marcaram a época, aqui e além-mar: “Grândola Vila Morena”, de Zeca Afonso; “E depois do adeus”, de Paulo de Carvalho; “Tanto mar” e “Fado tropical”, de Chico Buarque. Nos intervalos, as músicas foram comentadas pelo vice-cônsul de Portugal, Joaquim Rosário. 

A mostra é promovida pelo Vice-Consulado de Portugal em Belém, com a colaboração do Governo do Pará, através da Secult, com apoio da Unama, e pode ser visitada até o dia 20 de maio, diariamente, das 10 às 21h, no Armazém 2 (Boulevard da Gastronomia). A entrada é gratuita.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *