A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Rios do Pará e os danos pela exploração mineral

Hoje, a Comissão de Meio Ambiente  da Câmara dos Deputados,  às 14h, debate sobre as bacias hidrográficas e
seus passivos ambientais, em audiência pública de iniciativa do deputado federal
Arnaldo Jordy (PPS-PA).
Os rios do Estado do Pará vêm sofrendo, desde a
década de 80, enormes pressões em virtude do avanço da indústria e da
exploração mineral. Segundo o parlamentar, o caso mais crítico é de Barcarena,
portão de entrada do Polo Araguaia/Tocantins, que sofre impactos ambientais
decorrentes de acidentes causados por vazamento das bacias de contenção de
rejeitos químicos da Alunorte e da fuligem expelida pelas fábricas instaladas
no parque industrial do município.

Os danos ambientais à região são
imensuráveis, e a modificação drástica das características físico-químicas e
microbiológicas dos rios é irreversível. Além da morte de várias espécies de
peixe, o vazamento atingiu a água dos poços e do lençol freático, o que,
consequentemente, poluiu os outros rios utilizados na captação de água para o abastecimento
de cidades próximas à Bacia Amazônica”,
alerta Jordy.

No debate serão cobradas providências para garantir a qualidade das águas e de
vida da população atingida.

Participe virtualmente por aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *