Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Nunca reclamem de barreiras de fiscalização no trânsito. Graças aos agentes do Detran-PA um homem vítima de sequestro foi resgatado ileso ontem à noite, por volta das 23h, na rodovia BR-316. Conforme relato do coordenador de Operações do Detran-PA, Ivan…

Prêmio Carlos Rocque

O Laboratório de Democracia Urbana, ponto de referência da Associação Cidade Velha – Cidade Viva na defesa do patrimônio cultural de Belém, instituiu o título honorífico “Carlos Rocque”, em reconhecimento ao esforço cidadão de valorização do patrimônio e identidade cultural. A homenagem a Carlos Rocque, irmão de Dulce Rosa Rocque, a presidente da  CiVViva, é muito justa pela sua enorme contribuição à história do Pará, e a premiação não tem vínculo acadêmico ou institucional. 

Durante o ano uma comissão ficará incumbida de acompanhar os trabalhos de conhecimento público que pessoas físicas fazem gratuita e voluntariamente para o reconhecimento de Belém em seus aspectos culturais, promovendo inclusive as visões crítica e de pertencimento à cidade. A outorga do título será no dia 12 de janeiro de cada ano, após avaliação por comissão designada pela CiVViva e Laboratório de Democracia Urbana, que escolherá o trabalho de um homem e de uma mulher. Não haverá valor pecuniário associado ao reconhecimento. Neste primeiro ano, três pessoas serão premiadas: José Vasconcelos Paiva, morador da Cidade Velha, o blog Gente de Belém e o bloco Xibé da Galera.
A entrega será, excepcionalmente, no dia 28 de abril (aniversário de Carlos Rocque), às 18h, na sede do Instituto Histórico e Geográfico do Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *