Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Marituba em estado de calamidade

O procurador geral de Justiça, Marcos Antonio Ferreira das Neves, afirmou que o Ministério Público estadual vai tomar medidas para responsabilizar nas esferas civil e criminal a Revita, empresa encarregada de processar e tratar o lixão na região metropolitana de Belém, e que vem operando de forma inadequada o empreendimento. Não há um só local em Marituba onde o odor do aterro não cause transtornos. O prefeito Mário Bíscaro vai decretar estado de calamidade pública. A quantidade de atendimentos nas unidades de saúde aumentou muito com o aterro e o município pede apoio ao Ministério da Saúde. A empresa descumpriu todos os termos de ajustamento de conduta e mais de 20 medidas propostas para corrigir os problemas, denunciou Marco Antônio Cabral, da Associação dos Moradores do Bairro Santa Clara. 

O promotor de justiça Godofredo Pires, integrante do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do MPE-PA, diz que não é possível apenas fechar o aterro de Marituba. É preciso definir um novo local e até outras tecnologias de gestão dos resíduos, que não são processos rápidos.

Participaram de reunião no MPE-PA representantes de associações de moradores de Marituba, o secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Luiz Fernandes Rocha, o deputado federal Arnaldo Jordy, o procurador de justiça Hezedequias Mesquita, promotores de justiça que atuam na área ambiental, representantes da OAB-PA e da Câmara de Marituba e o prefeito Mário Henrique Bíscaro.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *