O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, foi aclamado ontem por servidores e deputados após a sessão plenária, que se estendeu até as 15h, ao entregar os espaços reformados que já estão prontos para utilização. É que, em…

O delegado de polícia de Oriximiná, Edmílson Faro, prendeu o vigia Ailton Ferreira da Silva a pedido do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Andrade Sarubi (PSDB) e do vereador Márcio Canto (PTB) e, na presença de ambos e do…

Primeira do Brasil totalmente focada na educação para o trânsito, a biblioteca do Detran-PA foi criada em 1998 e começou direcionada ao público interno, funcionando no antigo prédio do órgão, ao lado da Ceasa. Em 1º de novembro de 1999,…

A Prefeitura de Belém vai revitalizar dezesseis imóveis do município que estão há anos em situação de abandono. Além do resgate do patrimônio histórico, artístico e cultural, a intenção é reduzir gastos com aluguéis de prédios que abrigam órgãos municipais.…

Igeprev tem que devolver recolhimento a maior

O presidente da Alepa, deputado Márcio
Miranda(DEM), está empenhado na devolução de recursos financeiros recolhidos
pelo Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará de forma irregular nos
contracheques dos servidores da Casa.
É que o Igeprev descontou indevidamente, nos
últimos cinco anos, dos servidores que receberam gratificações nas rubricas de
Dedicação Exclusiva,  dos que
desempenharam atividades em Comissão pelo Artigo 139 do Regimento Interno da
Assembleia Legislativa e ainda dos que exerceram Cargos em Comissão. Se os
servidores não incorporam as parcelas nos salários e não as levam para
aposentadoria, não têm porque ficar com esse dinheiro retido no Igeprev.

Reconhecendo que é justo que os servidores se aposentem com o que realmente
descontaram e que por isso precisavam ser ressarcidos, o deputado Márcio
Miranda aprofundou as negociações – que já duravam mais de quatro anos e foram
acompanhadas, na última etapa, pelo sindicato dos servidores do Poder – com o
governo do Estado e a direção do Igeprev para restituir os valores.
Já foi entregue o primeiro lote de cheques nominais
aos servidores que peticionaram requerendo o direito. Novos lotes de
restituição estão sendo esperados. Quem não entrou com o pedido de recuperação
ainda pode requerer no Departamento de Gestão de Pessoas. A petição será
remetida à Procuradoria da Casa para se manifestar. Com o parecer favorável, o
processo será enviado ao Igeprev para que seja providenciado o pagamento.
Servidores de outros órgãos devem abrir o olho e procurar seus direitos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *