Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Conselho de Educação autoriza ensino superior pela Alepa

Em feito inédito no Brasil e marco histórico, a Assembleia Legislativa do Pará vai ofertar curso de graduação e especialização, com foco no processo legislativo. O Conselho Estadual de Educação aprovou a iniciativa em reunião nesta quarta-feira, dia 24. A diretora da Escola do Legislativo, Maria Bethânia Fidalgo Arroyo, que também é reitora da Unama e preside o Conselho, assinou o credenciamento institucional. O presidente da Alepa, deputado Chicão, vem marcando a sua gestão por priorizar a educação e resgatar a dignidade dos servidores da Casa. Assim que assumiu a presidência, reforçou a Escola do Legislativo com a nomeação da professora doutora Bethania Fidalgo, que já tem a expertise acumulada na Unama e no Conselho, e soube montar uma equipe qualificada. Paralelamente, investiu na reforma e adequação dos casarões anexados que foram um complexo denominado Palácio Cabanagem, de modo a melhorar o ambiente de trabalho, que estava insalubre tanto para servidores quanto para os parlamentares e visitantes.

O curso de nível superior ‘Tecnologia em Gestão Pública’ será ministrado na modalidade presencial, com as aulas na Escola do Legislativo, com duração de dois anos, e também à distância, bem como a pós-graduação (especialização lato sensu) em Gestão Legislativa. Ambos terão como público preferencial servidores públicos.

A intenção do deputado Chicão é proporcionar ferramentas e conhecimentos necessários para modernizar e tornar mais eficiente a prestação do serviço público, que é regido por leis específicas em benefício da coletividade, oferecendo técnicas e mecanismos que destravem a máquina administrativa, com transparência e eficácia.

Outros cursos estão sendo prospectados e avaliados. Será feito, ainda, um estudo para avaliar a quantidade de vagas. O ensino médio completo é primordial para ingressar no curso superior, exigência da Lei nº 9.394/1996, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB. A graduação da Escola do Legislativo terá todas as disciplinas obrigatórias nas diretrizes curriculares nacionais para o curso de gestão pública. “Quem qualifica o funcionário público melhora a qualidade do serviço público, o que a Alepa faz é inovador. É a primeira Assembleia Legislativa do Brasil a ofertar o curso de graduação, Tecnologia em Gestão Pública, autorizado por um conselho estadual de educação. É inédito é histórico. A atual gestão está de parabéns”, acentuou Bethânia Fidalgo.

A deputada Nilse Pinheiro, que representa o Poder Legislativo no Conselho Estadual de Educação, esteve presente na solenidade de credenciamento e festejou: “O Pará é o pioneiro na autorização do curso de graduação dentro de uma Assembleia Legislativa. A Alepa está de parabéns, tenho certeza que este projeto será modelo para outras Assembleias Legislativas. Parabenizo todo o esforço coletivo dos trabalhadores envolvidos no processo. Nosso muito obrigada ao Conselho Estadual de Educação, que entendeu a importância dos cursos de graduação e de especialização”.

O deputado Chicão escolheu pessoalmente os primeiros cursos a serem ofertados pela Elepa. Ele sempre enxergou a necessidade de um curso de pós-graduação lato sensu que permitisse a especialização dos servidores em temas geralmente não contemplados pelos cursos das universidades públicas e particulares, tanto pelas especificidades quanto pela profundidade com as quais devem ser tratados. “A Especialização em Gestão Legislativa promove a reflexão e o debate sobre a administração pública e sua relação com as funções de legislar, representar e promover a democracia, inerentes ao Poder Legislativo. Estimula a compreensão e a prática da visão sistêmica da administração pública no âmbito do Poder Legislativo, que favorece a troca de decisões e ações institucionais, sobretudo proporciona conhecimento das melhores práticas adotadas na administração pública. Temos levado cursos de atualização, qualificação e aperfeiçoamento aos municípios do interior, por acreditar no poder transformador da educação”, salientou o presidente da Alepa.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Oxalá outros estados da federação, copiem está iniciativa inovadora e bastante positiva, a qual em curto espaço de tempo já trará reflexos na área do serviço à população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *