Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

A Escleroterapia com Espuma Guiada por Ultrassom

A Escleroterapia com Espuma Guiada por Ultrassom é um tipo de tratamento que elimina varizes desde as mais simples às mais complexas.
A técnica consiste na localização da veia por meio de exame ultrassonográfico e a injeção do medicamento em forma de espuma, chamado Polidocanol

O Polidocanol age formando uma inflamação na camada interna da veia doente causando esclerose e atrofia da mesma. Então o sangue é redirecionado para trajetos de veias sadias, melhorando a circulação sanguínea.

O tratamento de Escleroterapia com Espuma é praticamente definitivo pois o vaso tratado não voltará a apresentar problemas na circulação, no entanto, outras novas varizes podem surgir uma vez que a doença venosa é crônica.

O tratamento é minimamente invasivo, seguro, podendo ser realizado no consultório médico sem haver necessidade de internação hospitalar ou anestesia e o paciente volta para casa após aplicação.

A Escleroterapia é indicada para pacientes classificados entre CEAP 2 e CEAP 6. Mas o que é um CEAP?

A classificação CEAP é usada para identificar a gravidade da doença.

Ela é dividida em 06 níveis de gravidade, que são:
CEAP1 – aparecimento dos famosos “vasinhos”, que incomodam esteticamente.
CEAP2 – Aqui já é possível identificar veias varicosas maiores. São veias dilatadas que são visíveis a olho nu.
CEAP3 – Nessa fase além das veias dilatadas, há também a presença de edema, ou seja, apresenta inchaço na perna.
CEAP4 – Já inclui alteração de pele e subcutâneo, ou seja, ocorre o escurecimento da pele, além dos sintomas apresentados anteriormente.
CEAP5 – é quando o paciente já teve úlcera (ferida) e essa úlcera cicatrizou.
CEAP6 – Essa classificação significa que existe uma úlcera (ferida) aberta e ativa, é a classe mais grave e preocupante.

Durante as aplicações, o uso da Ultrassonografia é vital para a visualização em tempo real da injeção do medicamento, por isso é ideal que os médicos que realizam esse tipo de procedimento ou que queiram realizar, estejam familiarizados com este tipo de ferramenta.

O tratamento tem duração média de 3 meses, podendo ser um tempo menor que este. Mesmo na semana da primeira aplicação o paciente já consegue notar a diferença.

O paciente também é parte fundamental do tratamento, pois ele deve seguir a risca todas as orientações, assim como utilizar a Meia de Compressão, que ajuda a acelerar o processo. Ao avaliar um novo paciente, as suas medidas já são tiradas para que ele receba a Meia de Compressão ideal para o seu tamanho, sendo a Meia STRUVA a que mais utilizo nos pacientes.

Observa-se a melhora nítida nas pernas após as aplicações. Pacientes com úlceras na região da perna causadas por varizes tendem a notar a melhora e cicatrização completa das mesmas após algumas semanas.

Sendo assim, o Tratamento de Escleroterapia com Espuma pode ajudar várias pessoas que sofrem com dores nas pernas, inchaço e até feridas. A expectativa é que mais pessoas tomem conhecimento desse procedimento que é feito de forma acessível, definitiva e sem necessidade de intervenção cirúrgica.

*O artigo acima é de total responsabilidade do autor.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *