0

O Governo do Pará reagiu à matança dos agentes penitenciários pelo crime organizado transferindo mais quatro presos considerados de alta periculosidade, hoje de manhã, para presídios federais. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) já transferiu, ao todo, 73 custodiados para o regime federal em dois anos e meio de gestão. O governador Helder Barbalho acompanhou pessoalmente o processo de transferência dos presos.

Uma verdadeira operação de guerra foi montada, coordenada pela Diretoria de Administração Penitenciária (DAP) e pelo Comando de Operações Penitenciárias (COPE), com apoio da Rotam, da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, CORE da Polícia Civil e Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará (Graesp). Aproximadamente 60 agentes cuidaram da segurança.

No Graesp, os presos foram submetidos a avaliação médica e a testes rápidos para possível diagnóstico de Covid-19, pela equipe da Diretoria de Assistência Biopsicossocial da Seap e Instituto de Perícias Científicas Renato Chaves.

Uruá-Tapera

Marajó sem água potável e ACP sem desfecho desde 2011

Anterior

A Escleroterapia com Espuma Guiada por Ultrassom

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *