Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

MP quer detalhar porto da Cevital

Os promotores de justiça Myrna Gouveia, Laércio Abreu, Bruno Saravalli e Ducival Carvalho recomendaram à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade  que suspenda o processo de licenciamento ambiental para a implantação do Terminal de Uso Privado e Complexo Agroindustrial da Cevital, em Barcarena. Eles alegam que no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e no Relatório de Impacto Ambiental (Rima) não constam informações importantes, como as formas de tratamento, medidas compensatórias e mitigadoras dos impactos socioambientais causados pelo empreendimento. Um dos potenciais reflexos é o comprometimento dos recursos pesqueiros em Barcarena e Abaetetuba, em razão do lançamento de resíduos industriais em rios da região. 

A Cevital pretende implantar plantas de esmagamento de soja para produção de farelo e óleo vegetal bruto, refinaria de óleo vegetal, produção de margarina e rações animais, processamento de arroz e fabricação de embalagem de produtos finalizados no complexo. 

O MP quer também novas audiências públicas em Barcarena e Abaetetuba após o saneamento das falhas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *