0

Um avião de pequeno porte da Aeronorte, parceira da empresa de táxi aéreo Piquiatuba, teve uma pane de motor e precisou aterrissar nos Campos Gerais, uma área que precede a grande floresta na Calha Norte, na tarde desta sexta-feira (17). O piloto jogou o avião no pasto, em um pouso forçado na comunidade de Cuminapanema, em Oriximiná, no oeste do Pará. A aeronave retornava de uma missão de 15 dias na Terra Indígena Zo’é, e transportava uma equipe de saúde indígena da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena). Todos os ocupantes foram resgatados antes do anoitecer e conduzidos para Santarém, onde passam bem. Ninguém se feriu, só houve danos materiais e o trauma psicológico, obviamente.

O povo Zo’é habita as densas florestas entre os rios Cuminapanema e Erepecuru, em Oriximiná, na TI já demarcada com 668.572,9867 hectares, e tem assistência à saúde de excelente qualidade. Dentro da terra indígena há uma estrutura com farmácia, ambulatório e consultório de dentista, medicamentos e atendimento constante de profissionais não-indígenas da Secretaria Estadual de Saúde Indígena e Casa de Saúde Indígena. Tudo fruto do trabalho extraordinário do neurocirurgião Erik Jennings Simões, de renome internacional, cuja dedicação salvou os indígenas durante a pandemia. O cuidado dentro do próprio território faz toda a diferença, evitando a contaminação por doenças urbanas. Os exames mais complexos, intervenções cirúrgicas delicadas e casos de maior gravidade, que não podem ser feitos na própria terra indígena, são realizados no Hospital Regional de Santarém.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

TCM-PA empossou conselheira Ann Pontes

Anterior

XIV Encontro de História da ANPUH-PA

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *