Casarões da CDP saqueados e em ruínas
Abandonado há cerca de vinte anos pela Companhia Docas do Pará, o casarão que até o início dos anos 2000 servia como...
Ver mais
Perigo quando as águas azuis do Tapajós ficam verdes
O Tapajós, já reconhecido como o mais belo rio do mundo, é um dos maiores da Amazônia e às suas margens...
Ver mais
As incríveis coleções do Museu Paraense Emílio Goeldi
Com importância singular nos campos científico, sociocultural e político, os acervos arqueológicos e etnográficos do Museu Paraense Emílio Goeldi, sediado em...
Ver mais
Previous
Next

O procurador-geral de Justiça César Mattar Jr. recebeu, ao lado do subprocurador-geral de Justiça Eduardo Barleta, do 2º subcorregedor-geral Geraldo Rocha; do presidente da Associação do Ministério Público do Pará (Ampep), promotor de Justiça Márcio Maués Faria, e do chefe de gabinete da PGJ, promotor de…

A roda de conversa “Novíssimas teses sobre a Cabanagem”, com o jornalista Sérgio Buarque de Gusmão, pesquisador e autor do livro “Nova História da Cabanagem: seis teses revisam a insurreição que incendiou o Grão-Pará em 1835”, o historiador Geraldo Mártires Coelho, professor titular aposentado da UFPA, e a cientista política…

O Ministério Público do Estado e o Ministério Público Federal criaram um Grupo de Trabalho Interinstitucional para tratar das questões envolvendo as comunidades quilombolas e populações tradicionais do Marajó, de modo articulado com o Grupo de Trabalho Agrário do MPPA e acompanhamento dos Centros de Apoio Operacional…

Figura na pauta da reunião virtual do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado do Pará desta quarta-feira, 16, o julgamento de Processo Administrativo Disciplinar contra os juízes Raimundo Moisés Alves Flexa e Marco Antônio Lobo Castelo Branco. Em julho de 2019, circulou amplamente nas redes sociais gravação em áudio na qual o prefeito de…

LANÇADO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 2012 REGIÃO NORTE


O Prêmio Finep de Inovação 2012 foi lançado oficialmente na Região Norte nesta sexta-feira (29), numa cerimônia que contou com a presença de diversas autoridades ligadas ao setor produtivo e representantes de instituições de ciência e tecnologia do Estado. A premiação é promovida anualmente pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e este ano conta com a parceria da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

O objetivo do Prêmio é reconhecer e divulgar iniciativas inovadoras realizadas por empresas, instituições sem fins lucrativos e inventores brasileiros, desenvolvidos no Brasil e já aplicados no país ou no exterior. A etapa regional terá cinco categorias de premiação: inventor inovador, tecnologia social, instituição de ciência e tecnologia, inovação sustentável e tecnologia assistiva.

O titular da Secti, Alex Fiúza de Mello, destacou a importância do Prêmio para o estímulo e reconhecimento da inovação no país. “A premiação vai contribuir ainda mais para a criação de uma cultura de ambiência, voltada ao empreendedorismo no Estado. Esperamos selecionar boas iniciativas que, certamente, existem no Pará, para que estejamos bem representados na etapa regional do Prêmio”, frisou o secretário.

Durante a cerimônia foram expostos os trabalhos vencedores da etapa regional de 2011. Entre eles, o projeto intitulado “Manejo integrado dos recursos ambientais”, desenvolvido no município de Gurupá pela Associação dos Trabalhadores Agroextrativistas da Ilha das Cinzas (Ataic). “Desenvolvemos uma tecnologia social que chamamos de matapi ecológico, e um viveiro para que a pesca do camarão, principal atividade do município, não fosse mais realizada de maneira predatória e desordenada, por meio de armadilhas”, explicou Josinelde Malheiros, representante da entidade. O projeto também foi o vencedor da etapa nacional do prêmio, na categoria Tecnologia Social.

Além de oferecer alternativas criadas para explorar os recursos de maneira responsável, o projeto envolveu a comunidade em todas as fases do processo, oferecendo formação às famílias ribeirinhas extrativistas sobre os movimentos das marés, manuseio correto da matéria prima nativa e os períodos de reprodução e migração das espécies. “Queríamos também envolver a todos da comunidade, independente da idade. Por isso, realizamos uma incorporação das práticas da atividade na escola local, produzimos um material didático para divulgação das informações e um treinamento de jovens lideranças”, informou Josinelde Malheiros.

Em 2012, a iniciativa entregará cerca de R$ 9 milhões em prêmios, nas etapas regionais e na nacional. Os vencedores da fase regional da categoria Inventor Inovador receberão o Troféu Ouro e o prêmio em espécie de R$ 100 mil. Na fase nacional, o vencedor receberá, além do troféu, uma Medalha da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) e R$ 100 mil em adição à premiação regional.

As inscrições para o Prêmio Finep de Inovação estão abertas até o dia 18 de agosto pelo site www.premio.finep.gov.br. Podem participar da premiação empresas de todos os portes, Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), públicas ou privadas, organizações da sociedade civil de interesse público e organizações não governamentais com sede no Estado do Pará, e que tenham a inovação como elemento relevante em suas estratégias de atuação. O regulamento está disponível no link: http://www.finep.gov.br/DCOM/regulamentopremiofinep2012.pdf.

Jovem Inovador – Estudantes de 14 a 18 anos, de todo o Estado, também serão estimulados a utilizar o conceito de inovação na escola por meio do Prêmio Finep Jovem Inovador. A premiação vai selecionar as três melhores fotografias feitas por jovens paraenses sobre energia sustentável.

As fotos podem ser de paisagens, máquinas, pessoas, objetos, construções e instalações. Entre os exemplos de energia sustentável estão a energia solar, a eólica e a gerada pela biomassa. A fotografia classificada em primeiro lugar na etapa regional concorrerá ao Prêmio Nacional. Os primeiros lugares do Estado receberão um prêmio no valor de R$ 2,5 mil.

“Comprar máquinas não é inovação. Inovação é um ato de descontentamento, é romper com a conformidade. Quremos provocar os jovens para que tenham coragem de inovar num mundo competitivo, onde essa atitude é determinante para saber quem vai continuar e quem vai parar no meio do caminho”, ressaltou Carlos Ganem, coordenador nacional do Prêmio Finep.

O regulamento da categoria Jovem Inovador está disponível no site http://premio.finep.gov.br/images/regulamento_premio_finep_jovem2012.pdf

Fonte: Raphael Freire

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar