A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Julia Fontelles

Comecei a trabalhar com 14 anos nas lojas da minha mãe. Empreender é tudo o que eu sei e tudo o que eu sempre fiz.

Há mais ou menos 20 anos eu abri um atelier de confeitaria artística onde estive à frente de tudo por 18 anos. Tinha um custo alto com ponto físico de dois andares numa rua bem localizada, dez funcionários e todas as despesas provenientes dessa estrutura.

Há três anos resolvi sair e fiquei um tempo fazendo outras coisas pequenas, na verdade eu não sabia muito bem o que queria fazer. Comprei uma franquia de agência de turismo no estilo home based, isto é, uma agência completamente online. Não gostei de trabalhar com turismo mas acabei aprendendo muita coisa sobre como gerir um negócio de forma empresarial mesmo sendo em casa.  Então em 2019 abri uma boleria funcional, isto é, uma loja de bolos saudáveis, dentro da minha casa. O negócio estava indo bem, naquele ano inclusive cheguei a dar uma palestra no Rio de Janeiro sobre como montar seu negócio em casa, em tempos de crise. Então veio a PANDEMIA.

Durante o Lockdown, eu comecei a fazer picnics em casa para distrair a família. Os picniscs eram gostosos e tinham forte apelo visual. Comecei a postar as fotos e muitas pessoas elogiavam, passavam mensagens e até compartilhavam. Pensei então que eu poderia fazer um outro negócio, uma forma de colocar aqueles momentos dentro de uma cesta para que as pessoas também pudessem fazer seus picnics de forma prática com as suas famílias e pesquisando, cheguei nos modelos que uso. Formatei uma Cestaria sustentável, artesanal onde praticamente tudo é reutilizável ou reciclável. E totalmente instagramável. Todo o momento está lá: a toalha, as flores naturais para enfeitar a mesa, as comidinhas, até mesmo a vela para dar o “clima”. Tem uma inspiração nos picnics da França, então é bem lúdica. As pessoas que recebem as cestas gostam de postar nas redes sociais e isso vai fazendo uma divulgação natural. A aceitação do produto foi tão grande que tive que parar de vez com a boleria e ficar somente com as cestas.

Se por um lado trabalhar em casa tem muitas vantagens- você economiza bastante em custos operacionais, não pega trânsito para ir trabalhar, não precisa se preocupar com estacionamento, com segurança, não gasta roupa, não tem funcionários, pode passar mais tempo com a família… – por outro lado o negócio só funciona se a pessoa tiver muita organização e disciplina. Para que ele dê certo você não pode trata-lo como um hobby ou algo a fazer no seu tempo livre. Deve saber que provavelmente vai trabalhar mais do que antes, pois você não pode “ir embora” do trabalho já que você mora nele. Mesmo nos dias em que há um movimento menor eu ocupo todas as horas em que eu trabalharia se tivesse um ponto físico. Esse foco faz o empreendimento crescer mais rápido.

Como não há um ponto físico para mostrar o seu trabalho, você precisa usar as redes sociais para isso e isto requer conhecimento e estratégia para fazer conteúdos relevantes com frequência. É quase um segundo emprego. Imagine que o Instagram é um grande shopping e você precisa estar lá, acontece que você é uma loja no meio de um milhão de outras lojas, então o que você faz para se destacar? Entender de marketing digital é a chave dos negócios baseados em casa e a pessoa deve estar pronta inclusive para anular tudo o que sabe e começar de novo. Recentemente o Instagram anunciou que não será mais uma plataforma de compartilhamento de fotos e sim de vídeo, similar ao Tik Tok. Isso fez com que criadores de conteúdo do mundo todo mudassem suas estratégias de uma hora para a outra, então hoje posso dizer: não tenha um negócio em casa se você não quiser aparecer nas redes sociais, não quiser estudar muito sobre empreendedorismo e não quiser trabalhar praticamente todos os dias. Eu hoje só paro quando viajo e mesmo assim nem paro totalmente pois o atendimento continua.

O negócio home based deve ser encarado como qualquer outro, com responsabilidade, disciplina e foco. Você deve ter um porquê para trabalhar mesmo em dias em que estiver mais cansado ou mesmo não tiver encomendas. Deve se auto-motivar e isso nem sempre é fácil. Precisará fazer coisas que nem sempre serão agradáveis, como acordar às 05:00hs da manhã ou aprender a fazer reels. Deve saber lidar com familiares e amigos que tratarão o seu negócio como se fosse algo menor ou que não entenderão porquê você  passa tanto tempo “pendurada no celular”. O sucesso virá para quem se esforçar e souber lidar com tudo isso. Então antes de mais nada você deve saber se está disposto a fazer o que tem que ser feito. Por isso é tão importante ter o seu porquê sempre em mente. É ele que vai lhe impulsionar quando bater o medo ou o cansaço. O segredo do sucesso no empreendedorismo é fazer o que tem que ser feito todos os dias. Não há espaço para mimimi…

*O artigo acima é de total responsabilidade da autora.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Amei o artigo da Júlia tão querida. Muito linda a trajetória desta mulher de garra. ❤️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *