A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Comissão sobre Lei Kandir entrega relatório

Amanhã de manhã, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa mudanças na Lei Kandir, presidida pelo deputado Arnaldo Jordy e que tem como relator o deputado Priante, divulga seu relatório em audiência pública na Alepa. O STF deu prazo de 12 meses, que se encerra em dezembro, para que o Congresso regulamente a compensação aos Estados, sob pena de o Tribunal de Contas da União se incumbir dos cálculos dos pagamentos devidos. A Alepa também tem uma Comissão sobre o tema, presidida pelo deputado Celso Sabino e cujo relator é o deputado Dirceu ten Caten, e vem contribuindo com estudos e sugestões perante o Congresso Nacional.

As perdas anuais na arrecadação do ICMS impostas aos Estados são estimadas em R$ 39 bilhões anuais.
O relatório recomenda que em 2019 seja paga a metade da compensação, (R$ 19,5 bilhões); até em 2020, 75% (29,2 bilhões); e até 2021, a totalidade (R$ 39 bilhões), sendo que 20% deverão ser destinados ao Fundeb, por ditame constitucional. 

A proposta é de que os valores sejam divididos entre os Estados na base de 40% em rateio fixo; 30% de acordo com as exportações de cada Estado e 30% com base na relação entre exportações e importações nos últimos cinco exercícios financeiros.
Os municípios exportadores também deverão ser compensados mensalmente e os recursos poderão ser abatidos nas dívidas de cada Estado, inclusive de sua administração indireta, vencida e não paga junto à União, bem como para o ressarcimento à União de despesas decorrentes de eventuais garantias honradas de operações de crédito externas. Os detalhes serão regulamentados em lei complementar. 

Em nota técnica do ano passado a Fapespa revelou que entre 1997 e 2015, em decorrência da Lei Kandir, o Pará deixou de arrecadar R$ 44,1 bilhões em ICMS. Só em 2015, a perda foi de R$ 3,9 bilhões, o equivalente a três vezes a capacidade anual de investimento do governo do Pará. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *