O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

A Síndrome do Ninho Vazio

Se tem uma coisa certa na vida, é que a não ser que ela nos imponha alguma tragédia, os filhos crescem.

Eles crescem e partem nos seus voos solos e de repente não podemos mais proteger, cuidar, avisar, e mesmo proibir o que achamos que devemos, sempre no intuito de evitar que sofram.

Todas nós, as mães, por acharmos que realmente temos esse poder, o de evitar que filhos sofram.

Mas não é somente isso o que queremos. Queremos que eles sigam por caminhos que muitas vezes não são os mesmos que eles desejam, queremos continuar a ser importantes em suas vidas, queremos que nossos conselhos e opiniões ainda sejam relevantes, queremos sobretudo que nossos maiores amores ainda nos amem do mesmo jeito que faziam quando eram pequeninos.

Porque no fundo, e no nosso coração, eles continuam assim, pequeninos, nossos bebês que ficaram do nosso tamanho, porém para sempre n ossos bebês.

Minha filha mais velha já há alguns anos fez o seu voo solo e hoje mora em São Paulo com o marido e seus filhos.

Tive que aprender a viver longe dela e dos netos, e posso dizer, ainda é difícil. Vivo num constante aprendizado do amar com des apego.

Mas quem disse que a vida é fácil?

Hoje quando a saudade aperta eu vou no aplicativo e compro uma passagem, passo lá alguns dias e volto ainda com mais saudade do que quando fui, e assim vamos vivendo. E de vez em quando ela e sua família vem aqui nos ver.

Neste novembro eles vieram e trouxeram toda a alegria do mundo para a nossa casa. Lhes digo que não há nada melhor nem mais intenso do que ser avó. É um amor desmedido que dá de forma desproporcional e a gente não tá nem aí por isso. Só queremos mesmo nos DOAR, vira a nossa “cachaça”: mimar os netos e fazer com eles tudo o que não poderíamos fazer com os filhos. Doce antes do almoço? Claro que sim! Dormir tarde porque está vendo Youtube? No nosso quarto pode sim. Brincar de cavalinho? Beleza, mont a aqui. Riscar a parede? Ainda bem que meus netos nunca pediram isso, porque era capaz de eu deixar. Cachaça é cachaça né? E como falei acima, mimar os netos é a nossa.

E depois de alguns dias completamente imersos na arte de ser avó, eles já foram.

A casa voltou a ser insuportavelmente quieta e não vejo nenhuma vantagem em ter tudo arrumadinho novamente.

O coração dói, porém a gente já entende que passa. Tudo passa.

Aprender a amar sem apego é das tarefas mais difíceis.

Todavia, se as coisas derem bem certo para você e se você for uma boa mãe, o resultado disso será ter filhos independentes e emocionalmente estáveis. E sendo avó, não é necessário, embora fosse adorável, estar o tempo todo presente.

O que realmente é necessário é compreender as várias fases da vida, respeitar as escolhas deles que já são adultos e criar memórias nos pequeninos.

É amar sem medidas, sem cobranças, sem lamúrias.

É concluir que talvez o melhor tipo de amor do mundo (se é que existem tipos de amor) é o desapegado. Só há le veza nele. Só há o sentimento, sem nada exigir. Concluo que Deus é tão perfeito que talvez a tal Síndrome do Ninho Vazio seja justamente para nos ensinar a grandeza desse amor.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *