Nesta terça-feira (29) a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, inaugura a sala da Ouvidoria da Mulher, espaço para sugestões, reclamações e denúncias relativas à violência contra à mulher, direitos políticos e à igualdade…

A praça do Mascate, na esquina da Av. Visconde de Souza Franco (Doca) com a Trav. Antônio Barreto, no bairro do Reduto, está sendo transformada em Praça Pet, espaço de lazer para os moradores e animais de estimação. O local…

Foi aberto ontem (25) um novo retorno para veículos no Km 08 da BR-316, perto de uma loja de peças de motos no sentido entrada de Belém, e em frente à Escola Raimundo Vera Cruz, no sentido de saída da…

A construção do muro de arrimo e urbanização da orla da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, avança ao longo de 1.200 metros de extensão. Gerenciadas pelo Governo do Pará, via Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, já foram executadas as…

Viagem insólita

Oi!

Quer passar um minuto na mente de um ser humano ansioso? Prepare- se pra uma experiência sem poesia, talvez alguma metáfora porque o mais profundo em nós só mesmo esta figura-bengala- de linguagem consegue representar. Preparados pra essa viagem insólita? Lá vai:

Estou no meio de um dia aparentemente normal até que vem “O gatilho” (Pode ser alguma frase? Algum cheiro característico? Uma música? Um sabor? ) Já sei: passou no meu feed uma Foto bonita photoshopada do Instagram da ex-namorada do meu namorado que tá pegando não sei quem é pá!- Começou!!! 

Agora o coração já está disparado, talvez eu precise sentar. Não, pera, vou beber água. Bebi água. Água gelada. H2O, filtro, geladeira, eu comi? To comendo? Dor! Braço direito é infarto? ( vou no Google) não é infarto. “Como saber se tenho câncer de…” WhatsApp- alguém responde depois de quase uma semana. Mas porque está respondendo só hoje? O que eu fiz pra ela? Pera, vou no Facebook. Textão. Textão. Escreve. Escreve. Não. Deixa. Dor de cabeça. Preciso chorar. Não consigo. Não posso na frente das crianças. Não vou conseguir sair de casa hoje. “Oi amiga, podemos marcar pra outro dia? To cheia de coisa pra resolver” – arquivo a mensagem pra não sofrer com a resposta. Nada fica bonito em mim. Minha vida deu muito errado. “Moça eu sinto uma dor no peito, será angina?”-Instagram. Stories. Droga, preciso fazer meu stories. Arruma. Ângulo. Filtro. Foi! Ninguém viu. Opa: 1,2,3. O fulano é sempre o primeiro a ver.  Fulana não me segue mais por que??? Falta de ar. To sem cuspe meu Deus. Não consigo engolir. “Sonhei com barata hoje, e se acontecer um acidente por conta da chuva prevista?”! Filha, te amo! Tá tudo bem????” Escrevi no telegrama porque o WhatsApp tá fora do ar- Me deito. Respiro. Finalmente choro. Desacelerei. A crise passou….consegui finalmente ouvir um passarinho cantar lá fora…”

E aí? Gostou? Confuso? Deu medo?!!!

Parabéns. Você participou de um minuto na mente de algum ansioso sofrido desse mundo de meu Deus. A ansiedade é uma doença cruel e injusta, invasora, impiedosa. Qualquer um de nós poderá experimentar ser uma de suas vítimas e te digo que o estilo de vida competitivo e velado que as redes sugerem facilitam muito isso. Se você se identificou com alguma coisa desse texto, procure um profissional. Se você desconfia de que algum dos seus amores está ou é um ansioso, acolha. E se vc como eu, que está lendo é uma ansiosa diagnosticada, te abraço. 

Invistam na saude mental de vcs. A mente ainda e o seu maior patrimônio rs! Acreditem….beijos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *