Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

Subterrâneos do poder

(…) “Que foi criada a empresa Interative de call center; que os sócios da empresa Interative eram Ney Messias, Jacivaldo Gouveia e outro cujo nome não se recorda; (…) que devido o irmão do declarante José Clóvis ter se formado como advogado o conselheiro do TCM Aloysio Chaves, que posteriormente veio a ser presidente do TCM e como a empresa Interative não “decolava”, o genro de Aloysio Chaves, de nome Eduardo Lander, que morava nos Estados Unidos , retornou ao Pará, e como tinha especialização na área de call center, o mesmo entrou como sócio da empresa Interative; que o auditor do TCM Luiz Fernando propôs a compra da Interative ao sócio Jacivaldo Gouveia; que Jacivaldo Gouveia transferiu a empresa para Luiz Fernando, só que o mesmo não fez a transferência na Junta Comercial devido ter ocorrido a Operação Rêmora, desencadeando uma briga interna entre Jacivaldo e Luiz Fernando; que para comprovar todas essas declarações a Polícia Federal pode solicitar a quebra do sigilo bancário de todas as pessoas aqui citadas; que devido as declarações o declarante solicita à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal proteção ao declarante e sua família, bem como caso a Polícia Federal e o Ministério Público Federal entendam que suas declarações sejam consistentes, solicita o benefício da delação premiada;”(…)
(Trecho do recente depoimento de João Batista Ferreira Bastos, o Chico Ferreira, à Polícia Federal.)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *