Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Prefeito é afastado mas fica elegível

O Pleno do TSE manteve por unanimidade a cassação do prefeito de Inhangapi, Raimundo Nonato Pereira(PSD), por ter recebido doação de R$ 20 mil de empresa de ônibus na campanha de 2012. 
Em seu recurso, o prefeito cassado alegou que o TRE-PA não levou em consideração documento de que teria recebido a doação de uma empresa autorizatária, e não concessionária de serviço público. Mas a relatora, ministra Luciana Lóssio, lecionou em seu voto que tanto faz se concessionárias ou permissionárias de serviço público. Todas são fontes vedadas de doação eleitoral. 
Os R$ 20 mil corresponderam a 36% dos recursos de campanha do candidato, “gravidade que afeta a moralidade do pleito”, para a relatora. Entretanto, ela afastou a inelegibilidade de Raimundo Nonato, já declarada pelo TRE, lembrando que o artigo 30-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), que trata da investigação para apurar arrecadação e gastos irregulares de campanha, prevê só a cassação do eleito se o delito for comprovado.


Acompanhem o processo aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *