Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Perfis falsos do bispo Dom Azcona

O bispo do Marajó, Dom José Luiz Azcona, não sabe usar as redes sociais, não tem nem e-mail pessoal, utiliza o da Prelazia. Alguém com más intenções criou dois perfis do religioso no Facebook, intitulados Dom Luiz Azcona (Bispo do Marajó Perfil II), utilizando sem seu conhecimento muito menos autorização fotos e dados pessoais como data de aniversário do bispo e a informação de que mora em Breves. Os dois perfis são públicos e qualquer um pode postar o que quiser. Várias pessoas, de boa fé, adicionaram os perfis. Outros os estão usando para transmitir mensagens cujo intuito cabe investigar. Eu mesma adicionei um deles pensando que Dom Azcona tinha finalmente aderido ao mundo virtual. Mas ele sequer sabe o que é e como funciona o Facebook. É preciso que a polícia descubra quem está fazendo isso para o devido processo legal. Vejam aqui e aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *