A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Violência doméstica

O juiz Cornélio José Holanda, da Comarca de Curralinho, condenou a cinco anos e onze meses de prisão o vereador Janil Macedo Martins, acusado de lesão corporal leve, tortura e cárcere privado contra sua sobrinha, J.M.B, de 12 anos.
Os crimes teriam ocorrido entre 23 e 24 de agosto de 2010, quando a menina saiu de casa sem autorização. Após encontrá-la na rua, Janil agrediu-a com tapas na cabeça, e em casa passou molho de pimenta no rosto e nos órgãos genitais da criança, que além disso foi algemada ao pé da cama. Após denúncia de populares, que acionaram o Conselho Tutelar, a vítima foi libertada e o vereador preso em flagrante por três dias, tendo obtido liberdade provisória.
Foram ouvidas quatro testemunhas de acusação e três de defesa, entre elas a mãe da vítima, Jandira Macedo Martins, que falou das dificuldades que enfrenta com a filha, a quem aponta como desobediente, e contou que, após o ocorrido, a criança passou a fazer tratamento no Hospital Gaspar Viana, na Santa Casa de Misericórdia e no programa Propaz.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *