A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Vias de fato entre ex-senador e prefeito

O fim de semana teve babado fortíssimo em São Caetano de Odivelas.
Tudo ia muito bem na festa de aniversário de uma tradicional banda de música do município. Até que o presidente da agremiação, em seu pronunciamento,  disse que o sonho deles era a construção da sede própria. Aí, o ex- senador Mário Couto(PSDB), na sua fala, alfinetou o prefeito Mauro Rodrigues Chagas, o Macalé(PSDB), afirmando 
que, caso a prefeitura não construísse a tal sede, ele a ergueria em mutirão com a comunidade.  O prefeito Macalé engoliu em seco a provocação. Mas quando Mário Couto sentou ao seu lado por força do protocolo, Macalé, exaltado, o chamou por adjetivos impublicáveis. Mário Couto, que estava acompanhado da esposa e de dois filhos menores, um de 12 e o outro de 8 anos, não levou o desaforo para casa. Desferiu um soco cinematográfico bem no queixo do prefeito. A festa foi, por assim dizer, empastelada, com direito a palavreado de baixo calão. A história, que movimentou os bastidores políticos, foi confirmada pela filha do ex-senador, deputada estadual Cilene Couto, líder do PSDB na Alepa. 



Desde o ano passado Macalé e Mário Couto romperam politicamente porque o prefeito apoiou a candidatura de Helenilson Pontes(PSD) ao Senado, malgrado o ex-senador tivesse confiança em seu apoio. Sentiu-se traído pelo correligionário. 



Embora haja muita especulação no sentido do desembarque de Mário Couto no PMDB, não existe nada certo. Ele está estudando propostas de alguns partidos, mas por enquanto só avaliando, garante Cilene Couto.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *