A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

O caos no transporte público

Há mais de dois mil ônibus circulando em Belém, mas a população usuária é desassistida e desrespeitada sistematicamente. Se a prefeitura fizesse funcionar com eficácia o transporte público, melhoraria em muito a qualidade de vida de seus munícipes e reverteria uma das maiores fontes de insatisfação dos cidadãos. Uma dica ao prefeito Zenaldo Coutinho de por onde começar: mandando apertar o cerco na fiscalização. Os ônibus são velhos, imundos, param no meio da rua para pegar e deixar passageiros, trafegam perigosamente, fazendo curvas em alta velocidade e ultrapassando sinais luminosos, ignoram e maltratam as pessoas com deficiência física e idosos, e ocupam todas as pistas, atravancando o trânsito e colocando em risco as vidas de todos que estão nas vias públicas. De notar-se que os passageiros de coletivos constituem a maioria da população, e são literalmente humilhados e submetidos a condições péssimas. Além do mais, os ônibus atingem os demais que se locomovem em veículos particulares – são os maiores causadores de acidentes – e literalmente passam por cima dos direitos dos ciclistas e motociclistas. Isto é fato. E de há muitos anos. Por que será que ninguém toma as devidas providências? E o Ministério Público, não vê? 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *