O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

O caos no transporte público

Há mais de dois mil ônibus circulando em Belém, mas a população usuária é desassistida e desrespeitada sistematicamente. Se a prefeitura fizesse funcionar com eficácia o transporte público, melhoraria em muito a qualidade de vida de seus munícipes e reverteria uma das maiores fontes de insatisfação dos cidadãos. Uma dica ao prefeito Zenaldo Coutinho de por onde começar: mandando apertar o cerco na fiscalização. Os ônibus são velhos, imundos, param no meio da rua para pegar e deixar passageiros, trafegam perigosamente, fazendo curvas em alta velocidade e ultrapassando sinais luminosos, ignoram e maltratam as pessoas com deficiência física e idosos, e ocupam todas as pistas, atravancando o trânsito e colocando em risco as vidas de todos que estão nas vias públicas. De notar-se que os passageiros de coletivos constituem a maioria da população, e são literalmente humilhados e submetidos a condições péssimas. Além do mais, os ônibus atingem os demais que se locomovem em veículos particulares – são os maiores causadores de acidentes – e literalmente passam por cima dos direitos dos ciclistas e motociclistas. Isto é fato. E de há muitos anos. Por que será que ninguém toma as devidas providências? E o Ministério Público, não vê? 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *