Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Vereadora denuncia marido violento

“Sinto-me num cárcere psicológico”. A frase, da vereadora Izaura Cabral (PT), vice-presidente da Câmara Municipal de Itupiranga, reflete uma situação de violência familiar que tem produzido estatísticas alarmantes e, não raro, culminado em um triste ranking de feminicídio. O drama da jovem política é relatado no blog do Hiroshi Bogéa, com muita seriedade, até porque espelha a realidade cruel de milhões de mulheres no mundo inteiro, maltratadas, ameaçadas e aterrorizadas por aqueles que deveriam ser seus parceiros.

Depois de resolver dar um basta às agressões que sofria de seu ex-marido Geraldo Pinheiro, mais conhecido pela alcunha de “GP”, a vereadora está sendo vítima de campanha difamatória patrocinada pelo agressor, que usa as redes sociais e grupos do WhatsApp para postar imagens íntimas e até fotografias da época em que ela era ainda adolescente. Para piorar, dando exemplo do anti-jornalismo, até um canal de televisão local veiculou entrevista de “GP” falando em traição, tentando justificar as razões que o levaram a perseguir e a praticar violência contra a ex-mulher. Izaura está com medo até de abrir suas páginas das redes sociais temendo posts contra sua moral, já que as autoridades não tomaram qualquer providência para inibir tamanha violência contra sua pessoa. Ou seja: por ter tido a coragem de denunciar o ex-marido violento, está sendo violentada repetidamente, psicológica e moralmente.

Geraldo Pinheiro foi preso em flagrante  ao tentar invadir a residência da vereadora, com graves ameaças, após Izaura registrar B.O. perante a delegada Alice Lang. Mas, após pagar fiança, foi libertado. Autuado com base na Lei Maria da Penha, o juiz deferiu medidas protetivas requeridas por Izaura, o que não tem coibido os ataques à sua dignidade. 

É preciso que as autoridades ajam com a urgência que o caso requer. Antes que Izaura seja computada como mais uma vítima fatal, entre milhares que denunciaram seus agressores e tiveram o socorro negado pelo poder público.


ESCLARECIMENTO: como Geraldo Pinheiro não apresentou provas de suas declarações, a TV 14 de Julho optou por não exibir a entrevista.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *