A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Torneio dos enxadristas da Cidade Velha

Reunindo vinte atletas paraenses, o I Torneio IRT do Clube de Xadrez da Cidade Velha, em Belém, será realizado em seis rodadas nos dias 20, 21, 22 e 23 de novembro de 2014 e vai computar pontos para a formação, ou variação, de Rating da Federação Internacional de Xadrez (FIDE) e da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX). O evento servirá, ainda, para que os atletas parauaras aprimorem suas técnicas e habilidades para a disputa do Campeonato Paraense de Xadrez, em dezembro, e pelo Brasil afora representando o Pará. 

O clube surgiu neste ano, em assembleia de atletas enxadristas em 27 de junho, e funciona no espaço cedido pelo juiz Flávio Sánchez Leão, titular da 7ª Vara Criminal de Belém, um dos sócios fundadores. É onde os atletas se reúnem para jogar partidas amistosas e realizar as reuniões da diretoria do clube, além da disputa de alguns torneios.  As atividades são publicadas na página do grupo no Facebook.
Mesmo sendo tão recente, o Clube de Xadrez da Cidade Velha já organizou e realizou com sucesso duas semifinais do Campeonato Paraense de Xadrez, torneios oficiais da Federação de Xadrez do Pará (FEXPA).

O juiz Flávio Sánchez Leão pondera que, no Pará, há atletas de alto nível que, com treinamento adequado, podem se destacar no cenário enxadrístico do norte do País e em nível nacional. Entretanto, para isso, precisam de treinamento, e a melhor maneira de treinar o seu potencial é disputando torneios. Daí a necessidade de que a iniciativa privada contribua com o engrandecimento do esporte, que não é caro, mas necessita de patrocínio. 

Diante das despesas com o torneio, o clube decidiu buscar apoiadores a fim de custear as taxas das federações, premiação para os enxadristas vencedores (1º, 2º e 3º lugar), arbitragem, aluguel do espaço, aluguel de mesas e cadeiras, material de divulgação, como camisetas e banners.

Confiram a planilha e ajudem!

Prêmios aos atletas vencedores  R$2.000
Troféus aos atletas vencedores   R$150 
Arbitragem                                      R$200
Taxas às Federações de Xadrez  R$480
Aluguel de salão                             R$1.200
Aluguel de mesas e cadeiras        R$200
Lanches aos atletas                        R$200
Camisetas                                        R$750
Banner 1.00 x 1.50m                     R$300
Taxas do site Kickante                  R$747

TOTAL                                             R$6.227

O Clube de Xadrez da Cidade Velha, primando pela transparência, se compromete a publicar nas redes sociais e sites da internet o relatório descritivo do evento e prestação de contas relativa à aplicação dos recursos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *