Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

Selvageria na repartição de bois na praia

 

 

São chocantes as imagens que correm o mundo mostrando o navio de
bandeira libanesa Haidar a tombar no porto de Vila do Conde, em Barcarena,
nordeste do Pará, hoje de manhã, carregando 5 mil bois vivos. A Capitania dos
Portos e o Corpo de Bombeiros tentaram resgatar a boiada. Muitos bois subiram na lateral da embarcação, já parcialmente submersa. Ribeirinhos retiraram animais que estavam boiando na água e fizeram a partilha na
praia mesmo. A carga era de propriedade da Minerva Foods e tinha como
destino a Venezuela. A Prefeitura de Barcarena foi para o local com equipes das
polícias ambiental e militar e também da Defesa de Higiene para tentar
controlar a situação. Mas só em 90 dias se saberá a real extensão dos danos
ambientais e a causa do acidente.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *