A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Relatório sobre o trabalho infantil no Pará

A Comissão de Erradicação do Trabalho Infantil e Estímulo ao Aprendizado do TRT8 divulgou o levantamento inédito que fez, ao longo de 2015, para identificar a realidade do trabalho infantil no Pará e, a partir disso, desenhar as estratégias de atuação e investimento de políticas públicas para a infância. 

O estudo abrangeu 216.518 alunos, entre seis e dezesseis anos de ​idade, em 31 municípios paraenses, utilizando questionário junto a​os​ alunos de escolas públicas municipais e estaduais, respondido sem a influência dos pais. 

O levantamento foi coordenado pela desembargadora do Trabalho Zuíla Dutra, gestora nacional do programa e pela juíza do Trabalho Vanilza Malcher, gestora regional, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Ministério Público do Trabalho, Secretarias Municipais de Educação e de Assistência Social, gestores de UREs e USEs, diretores e professores de escolas, Sesc e Proativa, além de prefeituras e magistrados. Trabalharam na tabulação dos dados alunos da Faculdade Maurício de Nassau que já colaboram como voluntários desde 2014​ no Projeto Padrinho Cidadão e o Dieese. 

O resultado será enviado​ aos municípios participantes e compartilhado com os diversos órgãos que atuam na promoção do desenvolvimento de políticas de proteção à criança e ao adolescente. 

Leiam o relatório sintético do levantamento com informações de todo o Estado do Pará aqui e o relatório sobre o município de Belém aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *