A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Vereador de Rio Maria morto a bala

Há poucas horas, foi assassinado a bala o vereador do município de Rio Maria, no sul do Pará, Paulo Chaves Marinho(PSB), o “Paulão”, também conhecido como “Paulo Chefia”. A população local está estarrecida e a polícia ainda não tem pista acerca dos autores da execução. Há poucos dias, na sexta-feira 24 de março, o vereador já tinha sofrido atentado a bala quando trafegava na rodovia BR-155, que liga sua cidade a Floresta do Araguaia. Na ocasião, os tiros atingiram apenas o vidro e a porta de sua caminhonete S10, na altura do peito do motorista, revelando que a intenção era matar. O vereador chegou a contar ao delegado de polícia Max Muller de Melo Bezerra que tinha suspeitas sobre quem queria ceifar sua vida. 

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, deputado Márcio Miranda, divulgou nota oficial em que lamenta a morte do vereador e pugna com veemência pelo imediato
esclarecimento das circunstâncias do crime, identificação e punição aos
responsáveis, e afirma que o
 Poder Legislativo paraense não se curvará à violência e não aceita que a população e seus representantes legitimamente eleitos sejam reféns do medo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *