Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Puta Dei e o protagonismo parauara

Aquela que é tida como a mais antiga das profissões, historicamente forçada à clandestinidade, hoje ganha visibilidade. Desde 1975, o 2 de junho é tido como o Dia Internacional das Prostitutas, lembrando a ocupação da Igreja de Saint Nizier, em Lyon, por prostitutas que protestavam contra a intensa repressão policial que sofriam. No Brasil, Gabriela Leite trocou a faculdade pela prostituição – que exerceu em São Paulo, Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, onde criou, ao lado da paraense Lourdes Barreto, a Rede Brasileira de Prostitutas e a Ong DaVida, em 1992. Em 1987, juntas realizaram o I Encontro Nacional de Prostitutas. Mas não fica só nisso o protagonismo e pioneirismo parauara. 

No dia 02 de junho também é comemorado em várias capitais do Brasil o Puta Dei, que foi criado pelo Gmpac – Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará, presidido por Lourdes Barreto, de 74 anos, e sua filha Leila, que atua nos dois sentidos, artístico e político, e também idealizou o Blog das Esquinas. Este ano, o Puta Dei celebra os 30 anos do movimento de prostitutas no Brasil.

Quem passou hoje pela esquina da rua Riachuelo com Padre Prudêncio, no bairro da Campina, em Belém, deparou com um enorme falo instalado pelo Gempac, dentro da programação pensada para chamar a atenção da sociedade para a luta por direitos da categoria. Profissionais do sexo inventaram a “Corrida de Calcinha”, que há poucos minutos percorreu o “Quadrilátero do Amor”, nas ruas da antiga zona de meretrício da cidade. 

Também estão acontecendo palestras, debates e sessões de audiovisual. Em pauta, violência, feminismo e sexualidade.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *