Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

Programa Conexão Mundo em Belém

Amanhã, às 9h, começa a etapa presencial das aulas de inglês do programa Conexão Mundo, no Centro de Desenvolvimento da Amazônia – CEDAM(Tv. Mauriti, nº 3251, Marco, Belém). Vinte e um estudantes paraenses tentam o intercâmbio nos EUA. Durante todo o mês de julho, eles receberão aulas teóricas e práticas de monitores americanos, os coaches, que orientarão e avaliarão a fluência no idioma. Iniciativa do Sistema FIEPA, por meio do Senai e do Sesi, em parceria com a Ong americana US-Brasil Connect, o Conexão Mundo dura cinco meses, em três etapas. Na primeira, foram dois meses de aulas virtuais, pelo Facebook, hangouts (bate-papos com webcam pelo Google) e uma plataforma virtual de aprendizado.
Agora, os monitores americanos ficam em Belém para dar aulas presenciais por 20 dias, envolvendo dinâmicas, jogos e simulação de situações comuns do mercado de trabalho. A terceira etapa inclui mais dois meses de aulas pela internet. Os 5% do total de alunos brasileiros inscritos no programa que mais se destacarem ganham 15 dias de imersão nos EUA, com todas as despesas pagas. Na viagem, eles ficam em casas de família, conhecem escolas, universidades, museus, entre outros locais, a fim de praticar o que aprenderam. O programa está na terceira edição e tem dois mil participantes do Brasil, de 31 cidades e 18 Estados. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *