Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Prefeita de Rondon cassada de novo


Além da queda, o coice. A prefeita de Rondon do Pará, Shirley Cristina de Barros Malcher(PSDB), e seu vice Pedro Dias dos Santos Filho(PTB) estão afastados por sentença do juiz Gabriel Costa Ribeiro, titular da 51ª Zona Eleitoral, da qual recorreram ao TRE-PA e não só não conseguiram liminar para permanecer no cargo, como também o parecer do procurador regional eleitoral, Alan Mansur, é contrário. Para piorar a situação, o juiz Gabriel Costa Ribeiro julgou procedente o pedido de busca e apreensão na ação cautelar n° 404-79.2012.6.14.0051, ratificando a apreensão
da antena e do transmissor de rádio FM ilegal, e convalidou,
definitivamente, todos os efeitos da condenação. Também julgou procedentes e condenou a prefeita  e o vice na ação de propaganda irregular n°578-88.2012.6.14.0051; na AIJE n° 416-
93.2012.6.14.0051 e AIJE n° 417-78.2012.6.14.0051, pela prática de abuso do poder político e econômico e utilização
indevida de veículos ou meios de comunicação, determinando a perda dos cargos e a cassação dos diplomas e do mandatos, aplicando, ainda, a sanção de
inelegibilidade pelo período de oito anos subsequentes à eleição
municipal de 2012. Na decisão, mandou assumir a chefia do Município, temporariamente, o presidente da Câmara Municipal e diplomar os demais candidatos aos cargos de prefeito e
vice-prefeito, que deverão ser empossados como tais.

Leiam a íntegra da sentença, que tem 67 laudas, aqui.

Confiram o parecer do MPF-PA aí em cima.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *