Desde sua origem, Marabá (PA) sofre anualmente enchentes dos rios Tocantins e Itacaiúnas e a população que reside em áreas de risco fica em situação de vulnerabilidade. Todos os anos a defesa civil estadual e municipal planeja, monitora e prepara…

Em noite de gala na próxima segunda-feira, 24, às 19h, no Teatro Maria Sylvia Nunes, em Belém, o governador Helder Barbalho vai lançar o 110º Campeonato Paraense de Futebol, o Parazão Banpará 2022, com transmissão ao vivo pela TV e…

Todos os órgãos de segurança estão trabalhando de forma integrada para dar suporte à população em face da destruição do pilar central e iminente desabamento do vão da ponte do Outeiro. O Centro Integrado de Comando e Controle da Segup…

O Procurador-Geral de Justiça do Estado do Pará, César Mattar Jr., recebeu em audiência o advogado Arnaldo Jordy e uma comissão integrada por Simone Pereira, da Universidade Federal do Pará; Marcelo Alves, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e…

Pela obra de Villa-Lobos no encerramento das Olimpíadas

O pianista João Moreira Reis criou uma petição pública eletrônica no sentido de que “Choros 10″, peça vocal-sinfônica do compositor Villa-Lobos, seja executada na cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016. Para o querido João, a obra de Villa-Lobos é uma síntese da alma brasileira. O autor foi um músico que transitou entre as chamadas músicas popular e erudita do País, quebrando um paradigma esclerosado de que a música classificada como erudita é elitista. 

“Não é verdade, também, que partido político “A” é contra música erudita, pois já houve exemplos de governantes de partidos “A” ou “B” que favoreceram ou ignoraram a prática de todos os gêneros de música e arte; para quebrar esse falso paradigma, há inúmeras práticas de música erudita acontecendo em grandes ou pequenos formatos até mesmo pelo interior do País e que colhem a admiração, sensação de inclusão e reconhecimento das pessoas de todas as classes sociais e é de todas as classes sociais a procura pelo estudo de música erudita, além de bem três gerações de músicos que vêm lutando pelo reconhecimento, frente às mais variadas adversidades e por vezes indiferença de gestores, críticos e mesmo membros atuantes de(as) artes. O mundo nos admiraria ainda mais e fosse incluída a obra Choros 10, obra vocal-sinfônica de Villa-Lobos na Cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016, obra de grande impacto, bem podendo ser considerado um dos hinos ao Brasil”, justifica.

Para assinar a petição, cliquem aqui. Eu já assinei.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *