Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Pela obra de Villa-Lobos no encerramento das Olimpíadas

O pianista João Moreira Reis criou uma petição pública eletrônica no sentido de que “Choros 10″, peça vocal-sinfônica do compositor Villa-Lobos, seja executada na cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016. Para o querido João, a obra de Villa-Lobos é uma síntese da alma brasileira. O autor foi um músico que transitou entre as chamadas músicas popular e erudita do País, quebrando um paradigma esclerosado de que a música classificada como erudita é elitista. 

“Não é verdade, também, que partido político “A” é contra música erudita, pois já houve exemplos de governantes de partidos “A” ou “B” que favoreceram ou ignoraram a prática de todos os gêneros de música e arte; para quebrar esse falso paradigma, há inúmeras práticas de música erudita acontecendo em grandes ou pequenos formatos até mesmo pelo interior do País e que colhem a admiração, sensação de inclusão e reconhecimento das pessoas de todas as classes sociais e é de todas as classes sociais a procura pelo estudo de música erudita, além de bem três gerações de músicos que vêm lutando pelo reconhecimento, frente às mais variadas adversidades e por vezes indiferença de gestores, críticos e mesmo membros atuantes de(as) artes. O mundo nos admiraria ainda mais e fosse incluída a obra Choros 10, obra vocal-sinfônica de Villa-Lobos na Cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016, obra de grande impacto, bem podendo ser considerado um dos hinos ao Brasil”, justifica.

Para assinar a petição, cliquem aqui. Eu já assinei.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *