Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Operação “Crash Wood” na Semas

Na operação “Crash Wood”, da Polícia Civil em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade  do Pará (Semas), foi desarticulada uma associação criminosa especializada em comprar empresas colocando o nome de terceiros “laranjas”. O modus operandi funcionava assim:  eles transacionavam crédito de forma ilegal até que o empreendimento fosse bloqueado, e aí partiam para outra fraude. Até  agora 10 pessoas foram presas, sendo um despachante que atuava junto à Semas e ex-servidor do órgão, uma engenheira florestal e empresários que cometiam crime florestal. Em março deste ano já tinha sido presa uma servidora da Semas que lançava os créditos fraudulentos. Entre janeiro e junho deste ano foram movimentados mais de R$300 milhões, decorrentes da comercialização de créditos e produtos florestais ilegais. 

Parece que a ida de um delegado de polícia com especialização em meio ambiente e experiência como ex-secretário de Segurança, como é o caso do secretário Luiz Fernandes, está dando certo na Semas. 


Vejam os nomes dos presos:
Rodrigo Beachini de Andrade;
Menandro Souza Freire; Rosane
do Amaral Freitas; Alex Renato Queiroz Carvalho; André Chacon Rocha da
Costa;
Arlei Figueiredo Rosas; Cleber Eduardo
de Lima Ferreira; Edimilson Rodrigues da Silva; Vildemar Rosa Fernandes
Filho; e
 Gelson Gomes de Andrade.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *