Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

Obra de Dalcídio Jurandir ganha reedição


Vejam que legal: a campanha de financiamento iniciada no dia 07 de abril para reeditar o romance “Ponte do Galo”, do romancista marajoara Dalcídio Jurandir, já ultrapassou a meta de arrecadação no site do Catarse e ainda continua até o dia 06 de junho. Quem contribuir até o final terá seu livro numerado e em edição exclusiva para apoiadores, com frete gratuito.

Dalcídio Jurandir nasceu em Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, em 1909, e faleceu no Rio de Janeiro, em 1979. Publicou onze romances em vida, dez deles no que ficou conhecido como o Ciclo do Extremo-Norte (Chove nos Campos de Cachoeira, Marajó, Três Casas e um Rio, Belém do Grão-Pará, Passagem dos Inocentes, Primeira Manhã, Ponte do Galo, Chão dos Lobos, Os Habitantes e Ribanceira), além de Linha do Parque, que foi publicado também na Rússia. 

Premiado pela Academia Brasileira de Letras em 1972 pelo conjunto da sua obra, Dalcídio é estudado nas universidades e seus livros são de grande relevância para a cultura amazônica e brasileira. 

O romance “Ponte do Galo” foi lançado em 1971 e nunca mais reeditado. Agora, a nova edição, que ganhará, ainda, versão em e-book,  terá prefácio do professor e escritor Paulo Nunes, estudioso da obra dalcidiana; fotografia de capa de Eliseu Pereira, jovem fotógrafo marajoara que já expôs no Museu do Louvre; ilustrações da artista plástica e escritora Paloma Franca Amorim; glossário da pesquisadora Rosa Assis; design editorial de Denis Girotto; e revisão da escritora Samantha de Sousa. 

Quem quiser comprar seu exemplar pode clicar aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *