Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Transformando resíduos em joias

Fotos: Carlos Sodré
Até 31 de dezembro as 44 joias criadas por Lídia Abrahim, Mônica Matos, Marcilene Rodrigues, Nilma Arraes e Argemiro Muñoz, com produção e ourivesaria de Ednaldo Pereira, Paulo Tavares, Amajoia, Amazon Art, Yemara, Silabrasila, Joiartmiro, Moa-Arãn e Mônica Matos Joias da Amazônia, aproveitando resíduos, podem ser admiradas – e compradas! – na mostra “Metal-Morfose: A Transformação da Matéria”, no Coliseu das Artes do Espaço São José Liberto, em Belém. Os preços variam entre R$60 e R$2.350 e os colares, braceletes, pingentes, prendedores de gravata, brincos e anéis traduzem a cultura regional, nas cores dos minerais e grafismos, com sofisticação e design arrojado, a partir de técnicas inovadoras de ourivesaria e respeito ao meio ambiente. A nova coleção de joias em ouro e prata lançada pelo Polo Joalheiro do Pará é fruto de quase uma década de pesquisas de Paulo Tavares, mestre ourives que assina a coordenação técnica da exposição. A iniciativa é do Governo do Pará, via Seicom e Instituto de Gemas e Joias da Amazônia. 

Confiram algumas das peças nas fotos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *