Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Impasse nas vagas de juristas do TRE-PA

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, desembargador Raimundo Holanda Reis, em audiência em Brasília, na última terça, dia 24, com o ministro Dias Toffoli, pediu uma solução para as vagas dos juristas na Corte. O processo está na Casa Civil, mas a lista tríplice acabou una, porque Luiz Neto foi nomeado desembargador do TJE-PA e Ademar Kato renunciou, gerando impasse, por força de decreto que estabelece a inadmissibilidade de lista contendo apenas um nome. A situação é esta: os dois cargos de membros efetivos da classe dos juristas estão vagos e, quanto aos membros substitutos dos juristas, um cargo está ocupado, mas com o término do biênio previsto para já no próximo dia 23.05.2015, e o outro, vago, teve sua lista tríplice votada pelo TJE-PA na sessão do último dia 18. 

O TRE-PA também pleiteia criar zonas eleitorais, com certa urgência, tendo em vista a biometria que se avizinha e necessidade de nova emissão de títulos, com desorientação por parte dos eleitores em relação aos seus locais de votação, além de elevado custo para o tribunal regional. As novas zonas eleitorais seriam em Ananindeua e Marituba (43ª e 72ª ZE) – o processo tem como relator o ministro Gilmar Mendes – (CZER 373 prot. 28497/2009), que despachou em 09/03/2015 para providências quanto à atualização das informações das unidades técnicas do tribunal e posterior manifestação consolidada; Parauapebas e Canaã dos Carajás (75ª ZE) – cuja relatora é a ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura (CZER 917 prot. 285/2011), que teve despacho em 27/08/2014, da lavra da ministra Laurita Vaz, sobrestando o feito, devido ao período eleitoral, foi redistribuído e está concluso; Óbidos e Juruti (22ª ZE), com a relatora ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura (CZER 10158 prot. 17998/2011), com idêntico encaminhamento. 

A renovação do parque de urnas eletrônicas é outro problema. As urnas modelo 2004, que só são usadas na capital, já têm dez anos de uso e alguns recursos novos do software não são suportados. Por isso, o presidente do TRE-PA requereu urgência para a troca delas, principalmente por causa da revisão biométrica e das eleições de 2016. Para complementação seriam necessárias mais 409 urnas modelo 2013. Um relatório da equipe que administra o parque de urnas do TRE-PA informou que cerca de 26% do total de urnas modelo 2004 estariam comprometidos por problemas diversos. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *