Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Fordlândia, o sonho perdido na Amazônia

Vejam que legal: a jornalista inglesa Kiki Deere, do guia de turismo “Rough Guides”, se encantou com a vila de Fordlândia, no município de Belterra, oeste do Pará, e a descreveu como “Pedacinho dos Estados Unidos, na década de 1920, transplantado para o coração da floresta amazônica”, na matéria especial sobre a história da borracha e a cidade literalmente montada em pleno coração da Amazônia pelo magnata norte-americano Henry Ford, criador da Ford Motor Company e pioneiro na montagem em série de automóveis. 

Ford pretendia extrair látex para abastecer sua indústria automobilística nos EUA. Kiki relata o momento histórico da “Belle Époque”, que legou ao Pará tesouros arquitetônicos, como o Theatro da Paz, em Belém, e Fordlândia. Ela detalha a arquitetura local, as fábricas de borracha abandonadas, a rotina dos moradores, e ainda conta uma lenda urbana que circula entre os habitantes da vila: que os americanos também explorariam ouro na região. 

O guia também inclui serviços e atrativos turísticos do Pará. A íntegra da matéria de Kiki Deere está aqui

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *