Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Festival de Ópera do Theatro da Paz

O Festival de Ópera do Theatro da Paz começa no próximo dia 5 de agosto e encerra em 27 de setembro. Os espetáculos deste ano incluem as óperas “Mefistofele”, de Arrigo Boito, “Um Americano em Paris” e “Blue Monday”, de George Gershwin, e “Otello”, de Giuseppe Verdi.
Mefistofele, 
baseada em “Fausto”, de Goethe, não é encenada no País há mais de 50 anos. Caetano Vilela, o mesmo que dirigiu ano passado “O Navio Fantasma”, de Wagner, assina este ano a direção da montagem. Blue Monday, apresentada pela primeira vez em 1927, nos EUA, é uma ópera curta, só de um ato, que se passa no Harlem, bairro nova-iorquino. Seguindo a linha de sua estreia mundial, que contou apenas com cantores negros, na montagem do Theatro da Paz, dirigida por Glau Gurgel, os cantores e atores são afrodescendentes.  “Otello”, baseada no drama homônimo de Shakespeare, une o festival às celebrações que estão acontecendo no mundo inteiro pelos 450 anos de nascimento do bardo inglês. A direção é de Mauro Wrona, que já dirigiu no festival “Salomé”, em 2012, e “O Trovador”, em 2013. 

A bilheteria do TP já abre na quarta-feira, 23 de julho, mas serão vendidos primeiro os ingressos para “Mefistofele”, e para “Blue Monday” e “Um Americano em Paris”. Para garantir um lugar em “Otello”, e para o recital lírico com Atalla Ayan, que será na Igreja de Santo Alexandre, o público vai ter que aguardar até setembro.
Além de preços populares, o festival 2014 também tem programação gratuita, inclusive recital em homenagem aos 150 anos de nascimento de Richard Strauss e o concerto ao ar livre. 

Haverá, ainda, master class com a mezzo soprano Celine Imbert e workshops de direção, cenografia, iluminação e figurino com as equipes de Mefistofele e Otello, direcionados a estudantes de artes cênicas, a partir de uma parceria do festival com a Escola de Teatro e Dança da UFPA.
A programação completa do XIII Festival de Ópera do Theatro da Paz será lançada pelo secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, e pelo diretor do Festival, Gilberto Chaves, na próxima terça-feira, 22, às 10h, durante a tradicional coletiva que reúne a imprensa parauara  no próprio teatro. 

Anotem: a bilheteria vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Aos sábados, das 09 às 16h e aos domingos, das 9h às 12h. Os preços variam de R$ 20 a R$ 60.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *