Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Ex-prefeito de Marabá denunciado

O ex-prefeito de Marabá Maurino
Magalhães de Lima e mais 11 secretários, Nagib Mutran Neto, Pedro José de Souza
Freitas, Acácia Maria Negreiros Parente Capela Sampaio, Inácia Meires Silva
Rolim, Ademar Rafael, Joelma Fernandes Sarmento, Paulo Geraldo de Souza, Nilson
da Costa Piedade, Edson Aires, Nells Claudjan Rodrigues Nascimento, Nei
Calandrini Azevedo e Antonio Disney foram denunciados à 4 ª Vara Penal do
município por apropriação indébita.
“O
valor do prejuízo gira em torno de R$11 milhões. A representação foi feita ao
Ministério Público em março de 2012 pela vereadora Vanda Régia Américo Gomes
informando atrasos nos repasses das contribuições previdenciárias tanto da
parte patronal quanto as descontadas do servidor pela parte da prefeitura
“, explicam os promotores Júlio
César Sousa Costa e Mayanna Silva de Queiroz, da 11ª Promotoria de Justiça de
Marabá, com base nos autos do procedimento investigatório criminal instaurado a
partir de inquérito civil. O MP ouviu depoimentos do presidente do Instituto de
Previdência do município de Marabá, Karan El Hajjar, e os conselheiros
municipais de previdência Natanael Santos, Carmen da Silva e Ivete Rocha, e
constatou os atrasos nos repasses ao Instituto de Previdência pela prefeitura.
Durante a investigação, o presidente do
Ipasemar informou ao MP a celebração de termo de acordo de parcelamento e
confissão da dívida de R$ 2.444.162,46 a serem pagos em 32 parcelas. No
entanto, em setembro de 2012 o município voltou a inadimplir os pagamentos ao
Instituto. O valor do débito atual é de R$ 11.337.780, 98.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *