A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Diversidade cultural e inclusão

Boas novas: nesta quinta-feira (9), o Instituto de Artes do Pará inaugura a Incubadora Pará Criativo, a primeira da Rede de Incubadoras Brasil Criativo, que vai funcionar em Belém, na sede do IAP. A ministra da Cultura, Marta Suplicy, o governador Simão Jatene e o prefeito Zenaldo Coutinho farão o anúncio conjunto do programa, que conta com investimento de R$ 19,4 milhões, tem como princípios norteadores a diversidade cultural e a inclusão social, e vai inaugurar, até junho deste ano, mais 12 incubadoras de empreendimentos culturais nas capitais do Acre, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Paraná e Pernambuco, além do Distrito Federal. 

As Incubadoras ofertarão aos agentes culturais cursos e consultoria em inovação, empreendedorismo, planejamento estratégico, assessoria contábil, assessoria jurídica, de comunicação e marketing, e acompanhamento contínuo. Está prevista ainda a instalação de balcões de crédito, formalização, formação técnica, realização de cursos, e uma área para trabalho colaborativo. 

São parceiros os Ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio; da Ciência, Tecnologia e Inovação; da Educação; e do Turismo; as secretarias estaduais e municipais de Cultura, secretarias de Desenvolvimento Econômico, Apex, Sebrae, Senac, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e universidades.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *