Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Disputa renhida no TJE-PA

Os ares não devem estar muito bons lá
pelos lados do Palácio da Justiça. Hoje, na eleição para os dirigentes do
TJE-PA no biênio 2013/2014, aconteceu algo
considerado impensável. A chapa da situação, encabeçada pela desembargadora Vânia
Fortes e tendo como vice o desembargador João Maroja, era tida como
imbatível. Eram favas contadas. Mas aí sobreveio o imponderável e, tal qual no
caso de políticos que dormem eleitos e
acordam suplentes
, o jogo inverteu.
Acontece que, pela diferença de um único e emblemático voto – de quem
ninguém jamais saberá – a desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento foi eleita presidente. O placar foi de 15 x 14.  Votaram 29 desembargadores que
atualmente compõem a Corte. A 30ª vaga, decorrente da aposentadoria da
desembargadora Maria do Carmo Araújo Silva, ainda vai ser preenchida pelo
critério de merecimento.
O
desembargador Cláudio Augusto Montalvão das Neves é o
novo vice-presidente do TJE.
Para as Corregedorias foram eleitos o
desembargador Ronaldo Vale (Comarcas
da
Região
Metropolitana Belém)
e a desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães (Comarcas do Interior). Os novos dirigentes serão empossados
no primeiro dia útil de fevereiro de 2013.
A nova presidente é oriunda do Ministério Público e
foi empossada desembargadora em 08/04/2003. Ela integra o Conselho da
Magistratura e já atuou como Corregedora de Justiça da Região Metropolitana de
Belém no biênio 2007/2008.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *